Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

01/12/2020 - 15:04 - Atualizado em 02/12/2020 - 13:29
Histórias em quadrinhos que unem Biologia e Arte
Pesquisadores da UFU e da Unifesp lançam livro de HQs voltado para jovens estudantes; confira na seção 'Leia Cientistas'
por Autor: 
Portal Comunica UFU

 

 

Acaba de sair da gráfica o livro “Bio HQ: Biologia em Quadrinhos”, organizado pelos professores João Agreli, do Instituto de Artes, e Solange Cristina Augusto, do Instituto de Biologia, ambos da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), e Rosângela Dantas de Oliveira, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).  

A obra é resultado de um projeto que teve como proposta converter estudos científicos na área de Biologia em histórias em quadrinhos, foi editada pela Zarabatana Books e contou com apoio financeiro da Fundação de Apoio Universitário (FAU), do Programa Pesquisa Ecológica de Longa Duração do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Peld/CNPq) e do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT) HYMPAR. 

A iniciativa reuniu docentes, pesquisadores, alunos e egressos de instituições públicas de ensino superior, com o objetivo estabelecer um diálogo mais direto entre a produção acadêmica e a sociedade, em especial com jovens estudantes, candidatos a futuros cientistas. 

Foram impressos 1500 exemplares: mil estão destinados à distribuição gratuita e serão enviados para bibliotecas, professores e alunos de escolas públicas e 500 serão vendidos pela editora. Ainda será lançada também a versão e-book.

 

O processo

O projeto teve início com o convite a um grupo de pesquisadores e quadrinistas que aceitaram o desafio de converter o resultado de pesquisas da área de Biologia em uma HQ voltada especialmente para estudantes do ensino fundamental e médio. No processo, cada um dos três organizadores se responsabilizou por uma das diferentes áreas envolvidas. A professora Solange intermediou o diálogo com a área da Biologia, o professor João Agreli, com a área artística, e a professora Rosângela ficou responsável por auxiliar na elaboração dos diferentes textos presentes no livro.  Como resultado, temos dez histórias em quadrinhos sobre diferentes temas precedidas por um texto de apresentação.

 

Conteúdo da obra

As histórias que compõem a obra Bio HQ: Biologia em Quadrinhos se inserem em diferentes áreas da Biologia: a ecologia, a botânica, a zoologia e a microbiologia. Cada uma delas é precedida por uma breve apresentação, que contextualiza os trabalhos de pesquisa e aguça a curiosidade do leitor. 

As duas primeiras, “A nada fácil vida de uma abelha mamangava” e “Uma nova morada”, tratam da mamangava e da jataí, duas espécies diferentes de abelhas. Nelas aprendemos um pouco mais sobre a vida e a importância dessas espécies e nos nutrimos de esperança com seus finais. 

“Carona 5 estrelas”, a história seguinte, tem um tom divertido e nos apresenta um tipo de formiga que faz jus à fama de trabalhadeira. O tom divertido será substituído por terror em “A aranha zumbi”, na qual conheceremos uma vespa que pratica crueldades inomináveis com uma pobre aranha. A sensação de estranhamento se mantém na leitura de “Minha galha, minha vida”, a HQ que vem na sequência e que trata da relação existente entre algumas espécies de plantas, mariposas e vespas do cerrado brasileiro. 

As plantas assumem o protagonismo nas duas HQs seguintes, “Suculentas: as queridinhas CAM” e “A onça, o caçador e a copaíba”. Com a primeira descobrimos que algumas delas têm mecanismos sofisticados de resistência e sobrevivência e, com a segunda, que os saberes aparentemente atávicos dos animais nos dão pistas muito importantes para o poder de cura de muitas espécies vegetais. 

As três últimas nos falam da onça-pintada (“Conflitos pela sobrevivência”), de um marsupial que vive no cerrado brasileiro (“Vivendo intensamente”) e do lobo-guará (“Crônicas de um lobo-guará”). Na primeira e na última delas refletimos sobre como o processo de urbanização, de implantação de cultivos massivos e a consequente degradação ambiental de seus habitats naturais, têm dificultado a sobrevivência desses dois belos mamíferos brasileiros. E em “Vivendo intensamente” conhecemos as particularidades do ciclo de vida de um bichinho minúsculo que leva ao pé da letra o lema do Gênesis: “crescei e multiplicai-vos”.

Os organizadores destacam que a produção do Bio HQ: Biologia em Quadrinhos somente foi possível devido ao empenho e compromisso de todos os profissionais envolvidos e ao apoio das seguintes pessoas e instituições: professor Valder Steffen Júnior, reitor da UFU; professor Carlos Henrique de Carvalho, pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UFU; Rafael Visibelli Justini, diretor executivo da FAU; professor Heraldo Luís Vasconcelos, coordenador do Peld/CNPq; e professora Angélica Maria Penteado Martins Dias, da Universidade Federal de São Carlos e coordenadora do INCT HYMPAR.

 

 

A seção "Leia Cientistas" reúne textos de divulgação científica escritos por pesquisadores da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). São produzidos por professores, técnicos e/ou estudantes de diferentes áreas do conhecimento. A publicação é feita pela Divisão de Divulgação Científica da Diretoria de Comunicação Social (Dirco/UFU), mas os textos são de responsabilidade do(s) autor(es) e não representam, necessariamente, a opinião da UFU e/ou da Dirco. Quer enviar seu texto? Acesse: www.comunica.ufu.br/divulgacao. Se você já enviou o seu texto, aguarde que ele deve ser publicado nos próximos dias.

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2021. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal