Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

21/11/2014 - 15:44 - Atualizado em 06/01/2015 - 09:28
Pesquisa nacional de perfil dos graduandos é realizada na UFU
Formulário está disponível na internet até o dia 18/12. Participantes concorrem a um iPad.
por Autor: 
Marco Cavalcanti

 

Fazer um raio-x dos estudantes de graduação das universidades federais brasileiras. Esse é o objetivo da Pesquisa Nacional de Perfil Discente que está sendo coordenada pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). A partir dela será possível aprimorar as políticas de assistência estudantil, além de avaliar o impacto da Lei de Cotas, do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

O formulário eletrônico fica disponível no endereço www.perfil.ufu.br até o dia 18 de dezembro (quinta-feira). Podem participar da pesquisa todos os alunos dos cursos presenciais de graduação de 61 universidade federais e de dois centros federais de educação tecnológica (Cefets do Rio de Janeiro e de Minas Gerais) — cerca de  1.024.000 estudantes. Ao final do processo será sorteado, entre os graduandos da UFU que participarem da pesquisa, um tablet iPad Air.

 

 pesquisa, que está mobilizando a Pró-reitoria de Graduação (Prograd), o Centro de Pesquisas Econômico-Sociais (Cepes) e a Pró-reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis (Proex) da UFU, é a quarta realizada pelo Fórum Nacional de Pró-reitores de Assuntos Comunitários e Estudantis (Fonaprace), que assessora a Associação Nacional de Dirigentes de Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes). Já foram realizadas outras em 1997, 2003 e 2009.

O trabalho revela os perfis socioeconômico (idade, sexo, estrutura familiar, nível de renda etc.) e acadêmico (se participa de iniciação científica, se tem dificuldade de aprendizagem, se tem depressão, se dorme mal, se tem ansiedade, se usa substâncias lícitas ou ilícitas, se pratica esporte, se frequenta o restaurante universitário, se tem acesso às bolsas de assistência estudantil etc.).

“Com esses dados vamos conseguir saber qual é o tamanho da demanda por assistência estudantil. Nós sabemos da demanda que bate à nossa porta, mas e aquela que está escondida? Qual é o tamanho?”, indaga Leonardo Barbosa e Silva, diretor de Assuntos Estudantis da UFU.

Outras perguntas que a pesquisa responde são: “Que impacto as cotas deixaram nas universidades? As universidades continuam tão ‘brancas’ quanto eram? O nível socioeconômico continua da mesma forma que era?”. A análise de uma pesquisa piloto com 9.500 alunos da UFU, realizada no primeiro semestre deste ano, já mostrou, segundo Silva, uma queda no número de alunos brancos e uma diminuição da renda per capta dos discentes.

Inclusive os alunos que participaram da pesquisa experimental na UFU devem responder ao questionário de âmbito nacional que está na internet, já que a intenção é recolher informações de um mesmo período histórico. “Essa pesquisa vai fazer com que as universidades possam produzir para os estudantes políticas mais acertadas”, afirma Leonardo Barbosa e Silva. O relatório com o resultado da Pesquisa Nacional de Perfil Discente deverá ser divulgado em setembro de 2015.

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2018. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal