Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

12/05/2017 - 17:40 - Atualizado em 15/05/2017 - 16:47
Acervo do MUnA, obra de artista brasileiro será exposta na Argentina
Álbum de xilogravuras “Via Sacra”, conjunto de cunho religioso do artista Mestre Noza, fará parte de uma exposição na Universidad Provincial de Córdoba
por Autor: 
Daniel Pompeu (Estagiário de Graduação)

Gravuras que integram o álbum “Via Sacra”, do artista Mestre Noza. Foto: Acervo do MUnA

 

Parte do acervo do Museu Universitário de Arte da Universidade Federal de Uberlândia (MUnA/UFU), o álbum de xiologravuras “Via Sacra”, do artista brasileiro Mestre Noza, será exposto na Sala Ernesto Faria da Universidad Provincial de Córdoba, na Argentina, entre 24 de maio e 21 de junho de 2017. As xilogravuras consistem em desenhos talhados em madeira com o intuito de reprodução da imagem em papel ou outro material.

A iniciativa para a exposição parte de uma parceria entre o MUnA, a Pró-Reitoria de Extensão e Cultura, através da Diretoria de Cultura (Proexc/Dicult), a Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Propp), o docente Renato Palumbo Dória (professor de História da Arte no Brasil no Curso de Artes Visuais da UFU) e a Escuela Superior de Bellas Artes Dr. José Figueroa, de Córdoba, na Argentina.

A exposição integra a programação do evento “IV Jornada de Grafica Contemporánea”, em que o professor da UFU fará uma conferência de abertura e oferecerá um breve curso sobre a história da gráfica no Brasil.

Mestre Noza

Inocêncio Medeiros da Costa, mais conhecido como Mestre Noza, foi um artista pernambucano nascido em 1897 e falecido em 1983. No Ceará, trabalhou como funileiro e em uma oficina de rótulos. Como adepto da peregrinação religiosa, conviveu com romeiros que influenciaram seu desenvolvimento artístico. Atendendo a pedidos, começou a realizar esculturas de cunho religioso e posteriormente, nos anos 1940, esculpir moldes que serviriam como base para ilustrar folhetos de cordel. Começava então sua história na xilografia.

“Via Sacra” teve sua primeira edição publicada em Paris, em 1965, onde obteve grande e positiva repercussão. De acordo com a assessoria do museu, “o álbum em questão faz parte do acervo de gravuras brasileiras do MUnA, e nele destaca-se a capacidade do artista em criar, com o mínimo de intervenções, e a partir dos materiais mais simples, imagens de grande força e poder de síntese".

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2017. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal