Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

20/07/2017 - 17:50 - Atualizado em 21/07/2017 - 19:05
Professor do IE faz apresentações sobre economia ecológica, que será tema de encontro em Uberlândia
Ao lado de presidente de sociedade internacional, Daniel Caixeta Andrade falou sobre caminhos para transformar ‘crescimento a todo custo’
por Autor: 
Diélen Borges

Daniel Caixeta Andrade é professor do Instituto de Economia da UFU (Foto: Diélen Borges)

A economia ecológica não é um ramo da economia. É um ramo do conhecimento que tem por finalidade aproximar as duas disciplinas. Assim o professor Daniel Caixeta Andrade, do Instituto de Economia (IE/UFU), define o tema da conferência e do minicurso ministrados por ele na 69ª Reunião da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), em Belo Horizonte, nesta semana.

Andrade apresentou nesta quinta-feira (20/7) a conferência Caminhos Possíveis para Transformações no Paradigma do “Crescimento a Todo Custo”, cujo conferencista foi o professor Clóvis de Vasconcelos Cavalcanti, da Universidade Federal de Pernambuco e da Fundação Joaquim Nabuco, que também é presidente de honra da Sociedade Brasileira de Economia Ecológica e presidente eleito da Sociedade Internacional de Economia Ecológica.

"Nós caminhamos para uma situação de grande incerteza para o mundo", alertou Clóvis de Vasconcelos Cavalcanti (Foto: Diélen Borges)

Desde terça-feira (18/7), os dois pesquisadores também ministram juntos o minicurso Introdução à Economia Ecológica (a Economia Limitada pela Ecologia), que termina nesta sexta (21/7). O minicurso apresenta conceitos e instrumentos relativos à interface meio ambiente - sociedade humana, com uma visão do processo econômico como fenômeno sujeito a princípios naturais inflexíveis. A ideia é construir uma proposta de desenvolvimento sustentável e políticas públicas comprometidas com essa sustentabilidade e a justiça ambiental.

As discussões continuarão no 12º Encontro Nacional da Sociedade Brasileira de Economia Ecológica, que acontecerá na UFU de 19 a 22 de setembro. “Esse ano vai ser a primeira vez que uma cidade do estado de Minas Gerais vai receber o evento e estamos com expectativas de um bom público”, afirma Andrade.

O evento em Uberlândia discutirá institucionalidade ambiental, economia ecológica e crise. “A economia e a ecologia, ao longo das suas trajetórias de desenvolvimento enquanto ciências isoladas, foram se afastando umas das outras. O objetivo é reaproximar essas duas ciências, tanto as ciências sociais quanto as naturais”, explica o professor da UFU.

“Vamos discutir institucionalidade sobre as normatizações, as regulações na política e na legislação brasileira com relação ao meio ambiente. A nossa impressão é de que ela [a institucionalidade] vem sofrendo um ataque, um enfraquecimento continuado desde, pelo menos, a revisão do Código Florestal em 2012”, declara Andrade.

 

Leia mais:

 

Aluna da UFU apresenta pesquisa premiada em reunião da SBPC

Diplomacia científica e interdisciplinaridade são temas de mesas coordenadas por pesquisadores de Uberlândia

UFU participa do maior evento científico da América Latina

Interação com ciência e cultura marcam segundo dia de reunião em Belo Horizonte

 

SBPC na UFMG

69ª Reunião da SBPC

Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2019. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal