Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

22/11/2017 - 13:29 - Atualizado em 24/11/2017 - 16:02
Motorista do intercampi recebe homenagem de estudante
“Motorista de sonhos” foi o poema escrito e recitado para José Julio Candido
por Autor: 
Daniel Pompeu

josé julio candido e luiz henrique de oliveira

José Julio Candido e o estudante Luiz Henrique de Oliveira (Foto: Daniel Pompeu)

 

“Pois de amor andamos todos precisados, em dose tal que nos alegre, nos reumanize, nos corrija, nos dê paciência e esperança, força, capacidade de entender, perdoar, ir para a frente”. É sob as palavras da crônica de Drummond, publicada em 1966 no jornal Correio da Manhã, que Luiz Henrique de Oliveira parece apoiar sua rotina diária.

Ele é estudante de graduação do curso de Engenharia Biomédica na Universidade Federal de Uberlândia (UFU), mas quando está caracterizado com nariz de palhaço, um chapéu colorido com adereços e carrega sua placa com mensagens positivas, atende por Doutor Sorriso (de acordo com ele, este último título é o verdadeiro).

Segundo Luiz, a criação do personagem foi motivada após ter contato com uma reportagem que falava sobre o crescimento de pensamentos de morte entre estudantes da graduação. Ele conta que costuma ficar próximo ao bloco 3D no Campus Santa Mônica oferecendo abraços, poemas e cartas a quem esteja disposto a receber. Agora, além de participar de projetos voluntários ligados ao Hospital das Clínicas de Uberlândia (HCU), também sonha em cursar Medicina e se especializar em Oncologia Pediátrica.

Luiz Henrique tem o hábito de recitar poemas dentro dos ônibus intercampi, momentos presenciados pelo motorista José Julio Candido. “Eu tenho cinco poemas, tenho da Cecília [Meirelles], do Drummond, Manuel Bandeira e dois meus. Eu sempre recitava dentro do intercampi e como ele gostava muito e sempre escutava os mesmos falei: vou fazer um para o senhor”.

E fez. O estudante experimentou uma certa saída do anonimato quando um vídeo da homenagem que fez através do poema a José Julio foi publicado no Facebook, e até o momento da publicação desta reportagem, teve mais de 8 mil visualizações na rede social.

Após trabalhar por mais de 30 anos em uma empresa privada de transporte, Candido se aposentou há seis e começou a trabalhar como motorista do intercampi no primeiro semestre deste ano. De acordo com ele, tanto o poema quanto o sucesso do vídeo foram inesperados. “Tinha umas meninas dentro do carro e falaram que iriam filmar [a homenagem]. Na hora, porque ninguém sabia. Quando foi segunda-feira agora a menina falou pra mim assim: seu Julio, ontem à noite eu pus aquele vídeo do senhor no Facebook, eu adorei aquele vídeo. Aí o trem estourou”, explica.

Assim como o autor do poema, o motorista acredita na grandeza que os pequenos gestos podem ter na vida daqueles com que convive. Movido também pela fé, ele faz questão de desejar os “bom dia” e “vai com Deus” a cada passageiro, considerando as dificuldades pelas quais passam muitos universitários no dia a dia.

Não por acaso foi alvo da homenagem do, agora amigo, Luiz Henrique. “Ele faz as coisas com amor. Quando ele dá bom dia não é apenas um bom dia qualquer, é porque ele quer que o dia da pessoa seja feliz. Ele fala um vai com Deus porque ele quer que a pessoa seja abençoada, eu acho que é isso, ele faz tudo com muito amor, com muita alegria”, explica o estudante.

Confira a reportagem da TV Universitária sobre a homenagem a José Julio Candido.

 

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2019. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal