Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

25/05/2018 - 16:45 - Atualizado em 25/05/2018 - 16:46
UFU e Corpo de Bombeiros assinam acordo
Cooperação visa à promoção das ações de proteção e defesa civil
por Autor: 
Marco Cavalcanti

Acordo visa ao desenvolvimento da cultura de prevenção de desastres (foto: Milton Santos)

 

Na sexta-feira, 25/5, a Universidade Federal de Uberlândia (UFU) assinou um acordo de cooperação técnica com o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG).

O acordo visa ao cumprimento das Leis 12.608/2012 e 13.425/2017, no que se refere ao desenvolvimento da cultura de prevenção de desastres e de reconhecimento de situações de emergência e estado de calamidade pública.

O objetivo é estimular ações de ensino, pesquisa e extensão em cursos de Engenharia, Arquitetura, Saúde e áreas afins com foco no aperfeiçoamento do desenvolvimento profissional no âmbito das questões de segurança pública.

“A intenção deste convênio é desenvolver, juntamente com os Bombeiros, ações, as mais variadas, que promovam uma preparação para nós termos uma Defesa Civil melhor capacitada, melhor formada. Isso envolve, principalmente, as áreas de Arquitetura, de Engenharia, mas outras áreas são convidadas a participar”, explicou o reitor.

A Lei 12.608/2012 institui a Política Nacional de Proteção e Defesa Civil (PNPDEC), dispõe sobre o Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil (SINPDEC) e o Conselho Nacional de Proteção e Defesa Civil (CONPDEC). A lei também autoriza a criação de sistema de informações e monitoramento de desastres.

Conforme a lei, as medidas previstas “poderão ser adotadas com a colaboração de entidades públicas ou privadas e da sociedade em geral”. Compete à União, diz o texto, “incentivar a instalação de centros universitários de ensino e pesquisa sobre desastres e de núcleos multidisciplinares de ensino permanente e a distância, destinados à pesquisa, extensão e capacitação de recursos humanos, com vistas no gerenciamento e na execução de atividades de proteção e defesa civil”.

Já a Lei 13.425/2017 estabelece diretrizes gerais sobre medidas de prevenção e combate a incêndio e a desastres em estabelecimentos, edificações e áreas de reunião de público. O texto determina que “os cursos de graduação em Engenharia e Arquitetura em funcionamento no País, em universidades e organizações de ensino públicas e privadas” incluam nas disciplinas ministradas conteúdo relativo à prevenção e ao combate a incêndio e a desastres.

União de esforços entre a universidade e os Bombeiros permitirá mapeamento de áreas de risco na região (foto: Milton Santos)

O pró-reitor de Extensão e Cultura, Helder da Silveira, destacou a importância da universidade e do Corpo de Bombeiros compartilharem suas “expertises” entre si. De acordo com Silveira, as questões de segurança pública não são apenas de natureza estrita do Corpo de Bombeiros, mas também precisa passar pelos processos de formação da universidade. “Para nós é um processo de extensão, de formação que nos ensina muito”, afirmou.

O pró-reitor lembrou que o curso de Química Industrial da UFU, por exemplo, não possui nenhum conteúdo ou ação específica que discuta segurança, questões ligadas a desastres, acidente ambiental ou industrial envolvendo produtos químicos. Com o acordo, prevê ele, será possível atuações técnicas, projetos de extensão e de pesquisas envolvendo o tema.

Ao citar a proteção e defesa civil como objeto principal do acordo, o comandante do Corpo de Bombeiros disse que a união de esforços entre a universidade e a corporação permitirá que seja feito o mapeamento de áreas de risco na região - como os distritos industriais, passíveis de acidentes com produtos químicos, exemplificou. “A partir deste mapeamento a gente vai ter condições de traçar planos de contingenciamento, juntamente com a universidade e com as empresas”, disse o comandante.

 

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2019. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal