Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

17/01/2019 - 16:28 - Atualizado em 17/01/2019 - 16:38
HCU promove atividades na Semana da Hanseníase
Programação, de 21 a 25 de janeiro, terá atendimento gratuito, ações educativas e cursos de capacitação profissional
por Autor: 
Portal Comunica UFU
Por: 
Ascom HCU-UFU

 

Programação, de 21 a 24 de janeiro, terá atendimentos e cursos de capacitação profissional

HCU promove atividades na Semana da Hanseníase

 

Programação terá atendimentos e cursos de capacitação profissional

No mês de janeiro, a cor roxa representa o combate à hanseníase.Para colaborar na luta contra a doença, o Centro Nacional de Referência em Dermatologia Sanitária e Hanseníase do Hospital deClínicas de Uberlândia da Universidade Federal de Uberlândia (Credesh/HCU-UFU) promove a Semana da Hanseníase.

Com o tema "Todos Contra a Hanseníase", o evento terá em sua programação, de 21 a 24, cursos de capacitação profissional comatividades práticas e teóricas que serão oferecidas para médicos e enfermeiros da Atenção Primária à Saúde (APS) dos municípios sobjurisdição de Uberlândia.

Ações educativas serão realizadas de 21 a 25 nas Unidades Básicas de Saúde, Unidades Básicas de Saúde da Família e nos ambulatórios dasUnidades de Atendimento Integrado com distribuição de folders com informações sobre sinais e sintomas da doença. Nos terminais deônibus (Central/ Umuarama/ Santa Luzia/ Planalto/ Industrial e Novo Mundo), está sendo exibido filme educativo sobre a hanseníase.

A organização do evento conta com a parceria da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Uberlândia, do Movimento deReintegração da Pessoa Atingida pela Hanseníase (do MORHAN) e da Casa das Bem - Aventuranças (CBA).

A Hanseníase representa um problema de saúde pública que exige vigilância em todos os níveis de atenção. O tratamento é gratuito eestá disponível nas unidades do Sistema Único de Saúde (SUS).

A doença é crônica, proveniente de infecção causada pelo Mycobacterium leprae. Considerada infectocontagiosa, de evoluçãolenta, manifesta-se por meio de sinais e sintomas dermatoneurológicos, como lesões na pele e nos nervos periféricos, principalmente nosolhos, mãos e pés.

O diagnóstico precoce e o tratamento adequado evitam sua evolução e, consequentemente, impedem a instalação das incapacidades físicas porela provocadas.

CREDESHO Credesh é um dos seis centros nacionais de atenção especializada em hanseníase do país. Atende, aproximadamente, duas mil pessoas pormês, sendo referência não só para o Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, mas também para pacientes de outras regiões de Minas Gerais e do Brasil.

Possui uma equipe multiprofissional com 40 profissionais, entre médicos (hansenólogos, dermatologistas, ortopedista, neurologista e outrasespecialidades), cirurgião dentista, psicólogo, assistente social, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, técnico ortesista, biólogos,técnico de laboratório, farmacêutico, enfermeiros, técnicos de enfermagem e assistentes administrativos. A unidade conta ainda comlaboratório próprio - Laboratório de Patologia Molecular e Biotecnologia -  localizado no Campus Umuarama.

 

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2019. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal