Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

03/09/2019 - 14:49 - Atualizado em 06/09/2019 - 16:32
Computação da UFU desenvolve busca refinada para programadores
Pesquisadores trabalharam em parceria com universidade canadense
por Autor: 
Diélen Borges

 

Crokage pode ser acessado gratuitamente por qualquer desenvolvedor (Foto: Alexandre Costa)

 

Você, que está lendo este texto na internet, provavelmente já utilizou a grande rede para sanar alguma dúvida. Basta “jogar no Google” uma pergunta para receber milhares de possíveis respostas. Mas sabia que os profissionais da Computação também fazem isso, como qualquer mortal? Eles têm suas dúvidas na hora de desenvolver softwares e usam mecanismos de busca para saná-las. Porém, a depender dos pesquisadores da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), a busca dos programadores pode ficar mais refinada com uma ferramenta batizada de Crokage. 

O Crokage  - abreviação de Crowd Knowledge Answer Generator, que significa Gerador de Respostas a partir do Conhecimento da Multidão - foi desenvolvido pelo aluno de doutorado Rodrigo Fernandes Gomes da Silva, orientado pelo professor Marcelo Maia, da Faculdade de Computação (Facom/UFU), em conjunto com pesquisadores da Universidade de Saskatchewan, do Canadá. A máquina de busca pode ser acessada por qualquer pessoa, gratuitamente, por meio do link www.isel.ufu.br:9000

Trata-se de um mecanismo que encontra e filtra apenas respostas diretas para questões de programação, com códigos que respondem àquela pergunta, exemplos e boas explicações, dentro do website Stack Overflow, dos Estados Unidos. Segundo Maia, o Stack Overflow é considerado o maior site de perguntas e respostas do mundo para desenvolvedores de software.

 

Rodrigo Silva é aluno de doutorado da Facom e servidor técnico da Proexc/UFU (Foto: Alexandre Costa)

 

“Nós temos 45 milhões de perguntas e respostas a respeito de programação em geral. Só que as máquinas de busca atuais têm uma certa dificuldade para achar as respostas no meio daquele conjunto. Aí entra o nosso trabalho, que foi criar uma máquina de busca customizada para esse tipo de conhecimento”, explica o professor da UFU.

Software é uma série de instruções, escritas em uma linguagem própria (por exemplo, em java), para serem interpretadas e executadas por um computador. Já a parte física do computador é chamada de hardware. Os profissionais que “escrevem” ou desenvolvem os softwares são chamados de programadores ou desenvolvedores - que são o público-alvo do Crokage da UFU.

O próprio Stack Overflow publicou uma matéria falando sobre o Crokage, que acabou sendo reproduzida em várias outras páginas de diferentes países. Depois disso, a ferramenta da UFU recebeu mais de 12 mil acessos em uma semana.

 

Professor Marcelo Maia é o orientador da pesquisa (Foto: Alexandre Costa)

 

As máquinas do laboratório da Facom onde é desenvolvida a pesquisa foram financiadas pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Silva não recebe bolsa, mas conta com apoio institucional para desenvolver a pesquisa. Além de ser aluno de doutorado da Facom, ele é servidor técnico lotado na Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proexc/UFU) e conseguiu licença remunerada, o que permitiu que ele fizesse parte de seu doutorado no Canadá. 

“A gente foi para uma conferência na Itália e lá, na apresentação, eu fui para criticar um paper do professor Chanchal Roy, mundialmente conhecido. Fui conversar com ele, depois da apresentação, um pouco sem graça. Mas ele viu que eu conhecia as técnicas e me chamou para trabalhar em um projeto junto com ele, para passar um tempo no Canadá”, conta Silva, que foi para a Universidade de Saskatchewan como estudante visitante. 

“Era para ser seis meses, acabou durando um ano, porque as coisas foram dando certo. Apresentei trabalho em Montreal e novas propostas surgiram. A repercussão gerada na imprensa especializada, abriu inclusive novos horizontes para a pesquisa que ainda deverão ser exploradas até o final do doutorado”, completa.

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2019. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal