Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

19/11/2020 - 20:02 - Atualizado em 19/11/2020 - 20:23
Conselho aprova pauta de extensão e cultura
Conselheiros aprovam normas para o Museu do Índio e para o Fórum de Cultura, entre outras decisões
por Autor: 
Marco Cavalcanti

A reunião, on-line, foi realizada na quinta-feira, 18/11 (foto: Marco Cavalcanti/Arquivo)

O Conselho de Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis da Universidade Federal de Uberlândia (Consex/UFU) aprovou, em sua reunião realizada na quinta-feira, 18/11, os regimentos internos do Museu do Índio e do Fórum de Cultura e a Coordenação de Extensão do Instituto de Ciências Agrárias. Também foram aprovadas normas que regulamentam as atividades da extensão tecnológica e em saúde e das empresas juniores no âmbito da UFU.

A nova resolução que regulamenta a criação e o funcionamento das empresas juniores faz uma revisão e ajuste da Resolução 04 de 2017, de mesmo teor. Duas das intenções são melhorar o fluxo dos processos e apresentar, de forma mais clara, as obrigações dos participantes dessas empresas no âmbito da universidade. “[A resolução] completa todo o processo de institucionalização das empresas juniores”, comentou o reitor da UFU, Valder Steffen Júnior.

As normas para organização, funcionamento, implementação e acompanhamento das atividades de Extensão Tecnológica e de Extensão em Saúde foram outros temas discutidos e aprovados pelos conselheiros. A decisão do Consex vem preencher uma lacuna na normatização, pois a Política de Extensão da UFU estabelece a extensão em suas múltiplas modalidades e áreas temáticas.

“O que nós aprovamos, tanto na Extensão Tecnológica, quanto na Extensão em Saúde, vai dar ordenamento às ações de extensão praticadas há algumas décadas na universidade. Tanto no Hospital de Clínicas, no Hospital Veterinário, no Hospital Odontológico, nos nossos centros de saúde relacionados, como o Credesh [Centro de Referência Nacional em Hanseníase e Dermatologia Sanitária] e outros. E também nas fazendas, nos laboratórios de prestação de serviços, autorizando, então que a gente regulamente, organize, essas ações que já acontecem e que estão descobertas por falta de legislação pertinente. Isso resolve algumas décadas de um passivo no campo da extensão”, observou o pró-reitor de Extensão e Cultura da UFU, Helderda Silveira.

O Consex também deliberou sobre os regimentos internos do Fórum de Cultura ( e do Museu do Índio. O Fórum de Cultura, vinculado à Pró-reitoria de Extensão e Cultura, é uma instância consultiva e propositiva para o avanço, a implementação e o acompanhamento da Política de Cultura da UFU.“Estamos avançando nas discussões de propostas para a Política de Cultura da universidade. E agora, com a aprovação do regimento, eu tenho certeza que esse trabalho vai acelerar ainda mais”, disse Alexandre Molina, diretor de Cultura da UFU.

Criado há 33 anos no âmbito do curso de História e, em 2008, vinculado à Pró-reitoria de Graduação, o Museu do Índio teve seu Regimento Interno aprovado pelo conselho. Lídia Maria Meirelles, coordenadora do museu, afirma que o reconhecimento da existência legal da instituição sempre foi condição elementar para a gestão de suas atividades.

“Inclusive porque o Decreto nº 8.124 de 17 de outubro de 2013 que regulamenta a Lei Nº 11.904 de 14 de janeiro de 2009, e que pressupõe a base legal de atuação dos museus brasileiros, privados e públicos, determina em seus artigos 22 e 25 a obrigação das entidades públicas na definição da inserção dos museus em sua estrutura organizacional e aprovação do seu regimento”, argumenta Meirelles.

“Assim, apesar de tanto tempo, o Museu do Índio conquista, finalmente, sua institucionalização, auferindo formalmente, seu lugar na estrutura da Universidade junto à DICULT/PROEXC [Diretoria de Cultura da Pró-reitoria de Extensão e Cultura]. O Regimento é um instrumento de gestão que baliza e orienta sobre a missão, finalidades e normas do Museu do Índio. Trata-se de um grande avanço na história desse Museu que tanto tem contribuído no cenário da educação e cultura em nossa região”, afirma a coordenadora.

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2020. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal