Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

26/11/2020 - 09:31 - Atualizado em 26/11/2020 - 09:36
Pesquisa da UFU oferece teste de força muscular gratuito
Estudo realizado na pós-graduação da Faculdade de Educação Física e Fisioterapia pode ajudar profissionais da saúde em diagnósticos mais precisos
por Autor: 
Marco Túlio Silva

A pesquisa “Avaliação da força muscular e cinemetria envolvidos com a realização de diferentes testes funcionais” está oferecendo, até fevereiro de 2021, testes de avaliação da força muscular a interessados em contribuir com o estudo. Para participar, o candidato ou candidata precisa ter entre 18 e 30 anos, praticar atividade física três vezes por semana e não ter lesão - nem dor - em ombro, coluna ou joelho.

Quem está à frente da pesquisa é a mestranda do Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia da Universidade Federal de Uberlândia (PPGFisio/UFU) Agnes Ramos Guirelli, coordenada pela professora Lilian Ramiro Felicio. Serão realizados dois testes funcionais: o primeiro consiste no arremesso de uma bola para analisar a potência do avaliado; já o segundo é um teste de equilíbrio. Conforme Guirelli, os dois testes são usados na fisioterapia e ajudam a identificar indivíduos com risco de lesão, além de verificarem a performance física e o desempenho funcional.

Avaliação da força com o dinamômetro. (Fotos: Agnes Guirelli)

As avaliações funcionais estão ocorrendo no Laboratório de Avaliação em Biomecânica e Neurociências, instalado na Faculdade de Educação Física e Fisioterapia (Faefi/UFU), e respeitando todas as medidas de segurança contra a Covid-19. "O grande objetivo da pesquisa é descobrir se existe relação entre a força muscular dos estabilizadores de tronco e quadril com o equilíbrio e com o arremesso", resume a pós-graduanda.

Os dados adquiridos nessas avaliações podem ajudar em diversas áreas da saúde. “Descobrir a relação da força muscular com esses testes vai ajudar os profissionais de saúde, principalmente fisioterapeutas e educadores físicos, a melhor interpretarem dos resultados dos testes, bem como a identificar com mais precisão aqueles indivíduos que necessitam de uma avaliação de força muscular mais detalhada”, acrescenta Agnes Guirelli.

Interessados em participar deste trabalho acadêmico podem entrar em contato diretamente, via WhatsApp, no número: (34) 99138-0078.

 

Política de uso: A reprodução de textos, fotografias e outros conteúdos publicados pela Diretoria de Comunicação Social da Universidade Federal de Uberlândia (Dirco/UFU) é livre; porém, solicitamos que seja(m) citado(s) o(s) autor(es) e o Portal Comunica UFU.

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2021. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal