Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

13/01/2021 - 16:03 - Atualizado em 14/01/2021 - 14:52
E-book gratuito aborda ecologia e conservação do Cerrado mineiro e goiano
Professor do curso de Biologia da UFU foi responsável por organizar conteúdo do livro
por Autor: 
Rodrigo Sousa

 

Fruta-do-lobo (Solanum lycocarpum), item frequente na dieta do lobo-guará. Espécie arbustiva comum no bioma Cerrado. (Foto: Kátia G. Facure)

 

Conscientes dos impactos do desmatamento e da degradação ambiental na região do Triângulo Mineiro e Sudeste do estado de Goiás, pesquisadores, majoritariamente da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), transformaram os principais resultados de estudos sobre o assunto no livro “Ecologia e conservação dos cerrados, campos e florestas do Triângulo Mineiro e Sudeste de Goiás”.

A obra, que está disponível gratuitamente para DOWNLOAD, mostra ao público resultados de estudos desenvolvidos sobre diferentes espécies da fauna e flora do Cerrado. “O Triângulo Mineiro e o Sudeste do Goiás têm um papel importante na conservação da biodiversidade, pois, apesar das profundas transformações sofridas nas últimas décadas, esta região ainda possui cerca de 30% de sua área coberta com vegetação nativa”, explica o professor Heraldo Vasconcelos, organizador do livro.

Escrito em maior parte por professores e alunos lotados no Instituto de Biologia (Inbio) da UFU, o livro é fruto de um trabalho colaborativo, totalizando 65 autores e 17 capítulos.

As pesquisas foram financiadas pelo Programa de Pesquisa Ecológica de Longa Duração (PELD), fomentado pelo Conselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento Científico (CNPq). O PELD apoia os estudos realizados no Triângulo Mineiro e Sudeste Goiano desde 2012, porém, alguns deles foram iniciados antes da assistência do programa.

“O desafio na região é conter as atuais taxas de desmatamento, que estão em torno de 2,5% ao ano”, explica Vasconcelos, que é vinculado ao Inbio/UFU. Fora isso, é importante destacar que a maior parte da vegetação nativa do Triângulo Mineiro e do Sudeste do Goiás encontra-se em propriedades privadas, tornando-se fundamental promover a conscientização dos produtores rurais para a preservação da vegetação, pois a região tem poucas unidades de conservação integral, que normalmente são pequenas (menos de 500 hectares).

Além de Cerrado, existe região de Floresta Atlântica no Triângulo Mineiro e no Sudeste Goiano. Ambos biomas são essenciais para a conservação da biodiversidade por serem altamente endêmicos, ou seja, comportam espécies que não existem ou não são comuns em outras regiões.

Vasconcelos afirma que o intuito da obra é, por meio da divulgação científica, popularizar a ciência, aproximando o público geral à universidade, e assim estimular a formação de uma nova geração de ecologistas e conservacionistas.

Já sobre ser o organizador do livro, Vasconcelos disse: "Foi uma experiência muito prazerosa. Tive a felicidade de trabalhar com uma equipe muito qualificada. O livro foi construído durante a pandemia e, para mim, foi muito impressionante a dedicação de todos, apesar do momento particular que estamos atravessando.”

 

Capa do livro (Foto: reprodução)

Capa do livro. (Foto: Reprodução)

 

Política de uso: A reprodução de textos, fotografias e outros conteúdos publicados pela Diretoria de Comunicação Social da Universidade Federal de Uberlândia (Dirco/UFU) é livre; porém, solicitamos que seja(m) citado(s) o(s) autor(es) e o Portal Comunica UFU.

 

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2021. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal