Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

31/03/2021 - 17:11 - Atualizado em 31/03/2021 - 17:20
No isolamento social, café, pão de queijo e eletroanalítica
Grupo de pesquisa do Campus de Patos de Minas promove evento de divulgação científica com uma série de palestras
Por: 
Portal Comunica UFU
Por: 
Djenaine de Souza*

 

 

O Laboratório de Eletroanalítica Aplicada a Biotecnologia e Engenharia de Alimentos (LEABE) da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Campus de Patos de Minas, foi criado em 2012 e atualmente faz parte da Rede Multidisciplinar de Pesquisa, Ciência e Tecnologia (RMPCT), ligado à Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPP). Coordenados por mim, professora Djenaine de Souza, e pelo professor Diego Leoni Franco, ambos do Instituto de Química, os pesquisadores do LEABE (alunos de graduação e pós-graduação em Biotecnologia e Engenharia de Alimentos) desenvolvem pesquisas na área de eletroanalítica.

A eletroanalítica é uma área da química que emprega medidas de propriedades elétricas (corrente, potencial, condutividade, resistência, carga, dentre outras) para a identificação e a quantificação de compostos orgânicos e inorgânicos em sistemas ambientais, biológicos e industriais. A evolução da eletroanalítica, assim como ocorreu em outras áreas da química e das ciências em geral, acompanhou o progresso tecnológico, propiciando o desenvolvimento e a aplicação de metodologias de análises que são simples, rápidas, apresentam baixo custo, com segurança operacional e, principalmente, minimizam a geração de resíduos tóxicos. 

 

Laboratório de Eletroanalítica Aplicada a Biotecnologia e Engenharia de Alimentos (LEABE), Campus de Patos de Minas (Foto: arquivo dos pesquisadores)

 

Todas as vantagens da eletroanalítica têm sido exploradas por vários grupos de pesquisas da UFU, nos campi Santa Mônica, Pontal, Monte Carmelo e Patos de Minas, que aplicam algumas dessas técnicas no desenvolvimento de seus projetos de pesquisa. No LEABE se destacam o desenvolvimento de metodologias eletroanalíticas para controle de qualidade em alimentos industrializados, incluindo a identificação e a quantificação de componentes químicos naturalmente presentes em matéria prima empregada na indústria de alimentos, contaminantes e aditivos químicos empregados nas etapas de produção industrial. A eletroanalítica também tem sido aplicada na identificação e quantificação de pesticidas de diferentes classes químicas em amostras de águas naturais, solos e alimentos in natura, bem como no desenvolvimento de imunossensores, genossensores e biossensores enzimáticos empregados para a quantificação de contaminantes em alimentos, poluentes ambientais e diagnóstico de doenças. 

Entretanto, desde março de 2020, as atividades práticas do LEABE foram paralisadas, assim como ocorreu em outros laboratórios da UFU e em outras instituições de ensino de todo país, e para suprir a ausência das atividades práticas, os membros do LEABE têm acompanhado de perto eventos on-line, tais como conferências, minicursos e workshops. Com o prolongamento deste período de isolamento social e paralisação das atividades práticas, sentimos saudades das atividades, do aconchego do laboratório e da vivência científica, por isso, criamos um evento que poderá nos aproximar das pessoas e da ciência, divulgando a eletroanalítica dentro de temáticas atuais e relevantes. 

 

Atuais integrantes do LEABE (Foto: arquivo dos pesquisadores)

 

“No isolamento social, café, pão de queijo e ELETROANALÍTICA” será um evento totalmente on line, acontecerá em todas as segundas-feiras, iniciando-se em 05/04 e encerrando-se em 07/06, através do CANAL DO LEABE NO YOUTUBE. Serão 10 semanas de apresentações carregadas de compartilhamento de conhecimentos, descontração, divulgação e entusiasmo por esta ciência e suas inúmeras aplicações, com abordagens atuais. As palestras deverão durar de 50 a 60 minutos, seguidos de 30 minutos de discussões e compartilhamento de experiências na área temática. O objetivo principal deste projeto é apresentar a toda a comunidade (acadêmica ou não) temas relevantes dentro da temática eletroanalítica, mas também misturando um pouco daquilo que nós mineiros mais gostamos, que é um bom bate-papo regado a café e pão de queijo, com muitos “causos”, sorrisos e descontração, algo que nos foi tirado pela pandemia instaurada desde março de 2020. Queremos resgatar um pouco desse jeito mineiro de ser, e usar uma maneira descontraída de falar de ciência. 

Abordando temas como eletroanalítica aplicada a análises ambientais, análises e controle de qualidade de alimentos, análises forenses, diagnóstico de doenças, dispositivos descartáveis para análises químicas, uso de biossensores e materiais a base de carbono, as palestras serão apresentadas por pesquisadores brasileiros de diferentes instituições de ensino superior (Universidade Federal de São Carlos, Universidade de São Paulo, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita, Universidade Federal de Alagoas, Universidade Federal de Viçosa, Universidade Federal de São Paulo, Universidade Federal do Ceará, Universidade Federal do Vale do Jequitinhonha e Mucuri), incluindo a participação de dois membros da Academia Brasileira de Ciências (ABC). Numa linguagem simples e didática, as palestras serão apresentadas para toda a comunidade, acadêmica ou não, de maneira a apresentar as diferentes abordagens nas áreas química e multidisciplinares que abordam a temática de análises químicas. 

Não é necessário fazer inscrição prévia, mas durante todas as palestras será disponibilizado um link para preenchimento pelos participantes que desejarem receber um certificado de participação. Então, puxe uma cadeira, pegue seu smartphone, seu fone de ouvido e venha participar deste evento que tem por objetivo um bate-papo descontraído mostrando as aplicações da eletroanalítica em temáticas atuais e abrangentes.

A programação completa pode ser acessada no PORTAL DE EVENTOS DA UFU, no INSTAGRAM DO LEABE e no FACEBOOK DO LEABE.

 

Áreas de pesquisas do LEABE

 

 

 

Fotos: arquivo dos pesquisadores

 

*Djenaine de Souza é professora e pesquisadora do Instituto de Química da UFU e atua no Campus Patos de Minas.

 

A seção "Leia Cientistas" reúne textos de divulgação científica escritos por pesquisadores da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). São produzidos por professores, técnicos e/ou estudantes de diferentes áreas do conhecimento. A publicação é feita pela Divisão de Divulgação Científica da Diretoria de Comunicação Social (Dirco/UFU), mas os textos são de responsabilidade do(s) autor(es) e não representam, necessariamente, a opinião da UFU e/ou da Dirco. Quer enviar seu texto? Acesse: www.comunica.ufu.br/divulgacao. Se você já enviou o seu texto, aguarde que ele deve ser publicado nos próximos dias.

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2021. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal