Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

18/08/2015 - 17:42 - Atualizado em 25/08/2015 - 14:54
UFU reabre cursinho pré-vestibular para alunos da rede pública
Aulas do Programa de Ações Formativas começaram nesta terça
Por: 
Diélen Borges

Reitor, gestores e professores foram apresentados aos alunos (Foto: Milton Santos)

Eles começaram a estudar na UFU nesta terça-feira (18/08), mas ainda não passaram no vestibular. Aliás, isso é tudo o que eles querem! São duas turmas de 50 alunos do terceiro ano ou egressos do ensino médio da rede pública de Uberlândia, que assistem às aulas do curso preparatório para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), ministradas por estudantes de graduação da UFU.

Os alunos não pagam mensalidade nem o material que recebem a cada aula, mas o reitor Elmiro Santos Resende, na aula inaugural, alertou a turma: “nada aqui é de graça, isso é pago com dinheiro público!” E, depois de convocar o pessoal para aproveitar a oportunidade, profetizou: “ao final desse semestre queremos 100% de aprovação!”.

O curso integra o Programa Institucional de Extensão e Cultura de Ações Formativas Integradas da UFU, executado pela Pró-reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis (Proex), com apoio das unidades acadêmicas. A seleção dos alunos beneficiados baseou-se em critérios socioeconômicos, definidos no Edital 051/2015 da Proex.

Os 23 jovens professores do cursinho trocam de posição nos outros turnos: são alunos de cursos de graduação das diversas áreas da UFU e foram selecionados por meio do Edital 50/2015 da Proex. Entre eles está Camila Freitas, aluna do curso de Letras e professora de Português do preparatório. Ela disse que na graduação já teve a oportunidade de trabalhar com ensino regular (fundamental e médio), mas quis participar desse projeto pela oportunidade de praticar a docência em um cursinho que prepara os alunos para processos seletivos. “E também tem a bolsa, que ajuda muito a gente”, ela completa.

São 20 bolsistas, que recebem R$ 400 pelo desempenho das atividades e mais R$ 100 de auxílio-transporte, e três voluntários. Esses graduandos – e, a partir de hoje, professores – são orientados por docentes da UFU e acompanhados de perto pela gerente da Divisão de Apoio a Projetos de Extensão, Sirlei Aparecida Martins Ferreira.

Além das disciplinas mais comuns em provas de processos seletivos – Português, Redação, Literatura, Matemática, Física, Química, Biologia, História, Geografia, Filosofia e Sociologia –, são ministradas aulas de Artes e de Relações Étnico-raciais. Por enquanto, são duas turmas, uma à tarde (das 14h às 18h30) e outra à noite (das 18h às 22h), mas a diretora de extensão, Gláucia Carvalho Gomes, conta que a previsão é abrir três turmas à tarde e três à noite no próximo semestre.

Mirando na graduação em Jornalismo, Diego Fernandes, de 18 anos, se matriculou no cursinho e confia que vai aprender muito. "É muito importante esse tipo de curso voltado para as pessoas de baixa renda", avalia.

Os gestores da UFU lembraram, durante a apresentação, que a instituição já teve esse tipo de cursinho em anos anteriores e que foi feito um grande esforço para retomá-lo, como forma de contemplar um dos tripés da universidade, a extensão, e ainda promover a inclusão social, ao preparar alunos da rede pública para o ingresso no ensino superior. “E que no próximo semestre nós estejamos recebendo vocês como alunos de graduação da UFU”, desejou a pró-reitora de extensão, cultura e assuntos estudantis, Dalva de Oliveira, aos jovens candidatos a uma vaga na UFU.

Graduandos da UFU foram selecionados para ministrar aulas no cursinho (Foto: Milton Santos)

Alunos do cursinho estudam em escolas públicas de Uberlândia (Foto: Milton Santos)

TÓPICOS: 

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2022. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal