Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

14/06/2016 - 16:58 - Atualizado em 15/06/2016 - 11:40
UFU realiza debate sobre adesão total ao Enem/SiSU
Discussão contou com convidados da Universidade Federal do Ceará
Por: 
Marco Cavalcanti
Por: 
Marco Cavalcanti

 Milton Santos)

Objetivo é aprofundar o debate iniciado nas reuniões do Conselho de Graduação (foto: Milton Santos)

A Universidade Federal de Uberlândia (UFU) realizou na tarde desta terça-feira (14/6), no Campus Santa Mônica, mais uma discussão sobre a possibilidade de a instituição aderir totalmente ao sistema Exame Nacional do Ensino Médio / Sistema de Seleção Unificado (Enem/SiSU) como forma de ingresso aos cursos de graduação.

Para o debate - realizado em forma de mesa-redonda - foram convidados, além da comunidade da UFU, dois professores da Universidade Federal do Ceará (UFC): Custódio Luís Silva, vice-reitor, e Miguel Franklin, coordenador de Planejamento, Informação e Comunicação. A UFC adota o sistema Enem/SiSU há seis anos.

Pela UFU participaram os pró-reitores das pró-reitorias de Graduação (Prograd), de Gestão de Pessoas (Progep), de Planejamento e Administração (Proplad) e de Assistência Estudantil (Proae), diretores, técnicos, docentes e estudantes.

O professor Leonardo Barbosa e Silva, pró-reitor de Assistência Estudantil apresentou o que motivou a discussão, abordando a relação que há entre o SiSU, a conjuntura nacional nas universidades federais e a assistência estudantil.

“A universidade federal hoje é mais popular, é mais negra, é mais feminina e tem mais sofrimentos emocionais, e precisa produzir mais políticas para que essas pessoas não percam o vínculo com ela. Democratizamos o acesso, agora precisamos democratizar a permanência”, afirmou Barbosa e Silva.

O pró-reitor de Planejamento e Administração da UFU, José Francisco Ribeiro apresentou um estudo no qual foram avaliados a evasão de alunos com sua repercussão no financiamento e a receita e os custos envolvidos na realização do processo seletivo (vestibular) de 2016, que teve 20.145 inscritos.

Conforme apresentado no debate, o ingresso via SiSU não gera custo nem receita para a UFU. Entretanto, as universidades que aderirem 100% ao SiSU recebem 100% do bônus de vantagem que é aplicado na distribuição da verba proveniente do Plano Nacional de Assistência Estudantil (Pnaes).

O pró-reitor de Assistência Estudantil, no entanto, salientou que é importante que se faça uma reflexão sobre a motivação do debate. “Para não sairmos da discussão com a impressão de que ela foi meramente vinculada a reais a mais ou a reais a menos”.

Custódio Luis Silva afirmou que a UFC foi a primeira grande instituição que aderiu ao sistema Enem/SiSU. "A questão financeira não entrou como uma variável ou não na decisão, foi iminentemente política. O que não foi político foi acadêmico", enfatizou o vice-reitor da UFC.

Miguel Franklin mostrou dados sobre a UFC e destacou os parâmetros que levaram à adesão do Enem/SiSU na UFC desde 2011. Ele apresentou os estudos que mostraram as potencialidades, as fragilidades e os efeitos do Enem/SiSU na UFC.

"O objetivo é aprofundar o debate iniciado a mais ou menos dois meses nas reuniões do Conselho de Graduação (Congrad)", afirmou a professora Marisa Lomônaco, pró-reitora de Graduação da UFU. Na próxima sexta-feira o Congrad volta a se reunir, podendo deliberar ou não pela mudança na forma de ingresso na instituição.

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2022. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal