Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

25/08/2016 - 11:46 - Atualizado em 06/09/2016 - 12:01
Congrad decide manter vestibular para vagas da UFU no segundo semestre
Proposta de adesão total ao SiSU foi rejeitada em votação apertada, após uma série de reuniões e debates sobre os prós e contras desta medida
Por: 
Hermom Dourado

Pró-reitora de Graduação afirma que decisão não tem validade por tempo indeterminado.(Foto: Milton Santos)

Desde o último mês de maio, as reuniões do Conselho de Graduação da Universidade Federal de Uberlândia (Congrad/UFU) tiveram como tema central de pauta as discussões sobre a proposta de que a instituição a partir de 2017 passasse a adotar o Sistema de Seleção Unificada/Exame Nacional do Ensino Médio (SiSU/Enem) como única forma para preenchimento das vagas nas novas turmas dos cursos superiores. Atualmente, a universidade utiliza um sistema misto, com ingresso no primeiro semestre via SiSU/Enem e por meio de um processo seletivo próprio (vestibular) para ingresso no segundo semestre. A quarta e última reunião do Congrad sobre o tema foi realizada no último dia 19 de agosto e deliberou - por 24 votos favoráveis, 21 contrários e 6 abstenções - pela manutenção do vestibular de primeiro semestre na UFU.

Na avaliação da pró-reitora de Graduação, professora Marisa Lomônaco, esta votação apertada demonstra a pluralidade de opiniões dos membros do conselho e reflete a profundidade das discussões que foram realizadas ao longo destes quatro meses nesta série de reuniões internas e também em encontros com os representantes dos colegiados de cursos e das Unidades Acadêmicas. "É um assunto muito importante e que precisa ser analisado observando várias questões. Por conta disso, também trouxemos à UFU um grupo da Universidade Federal do Ceará (UFC), que realizava vestibular e agora está com adesão total ao SiSU, para ouvirmos os depoimentos sobre esta experiência e termos mais elementos para a decisão se a UFU deveria ou não seguir o mesmo caminho neste momento", revela.

De acordo com a pró-reitora, o principal aspecto favorável que resultaria da adesão total da UFU ao SiSU seria o aumento de repasses do governo federal via Plano Nacional de Assistência Estudantil (Pnaes). Ela explica que a instituição começou a utilizar a nota do Enem como critério de seleção para todas as vagas do primeiro semestre em 2015, substituindo o Programa de Ação Afirmativa de Ingresso no Ensino Superior (Paaes), mas a implantação já vinha ocorrendo de forma gradual desde 2010: "Naquele momento, adotamos este sistema de seleção em caráter experimental, para completar o preenchimento das vagas não ocupadas", comenta.

Lomônaco aponta as estatísticas de evasão como o argumento mais forte para a definição dos votos favoráveis à manutenção do vestibular convencional: "É claro que os conselheiros estão atentos à opinião pública e aos anseios das escolas e cursinhos de Uberlândia e região, mas não houve nenhuma pressão externa influenciando nesta tomada de decisão. A Diretoria de Processos Seletivos (Dirps) apresentou relatórios comprovando que a incidência da evasão é bem maior entre os alunos que ingressam na UFU por meio da nota no Enem. Além disso, existem cursos em que, historicamente, a procura tem sido maior nos vestibulares, em relação à seleção com base na prova do MEC."

 

Reavaliações

Finalizando, a pró-reitora de Graduação faz questão de ressaltar que a decisão do Congrad não tem validade por tempo indeterminado. Em outras palavras, a adesão total da UFU ao SiSU não está descartada e pode ocorrer futuramente, conforme fatos novos que surgirem. "Caso o MEC decida implantar uma nova edição do Enem por ano, aplicando a prova também no primeiro semestre, a nossa adesão total ao SiSU seria mais viável. Nesta hipótese, o tema voltaria à pauta do Congrad e poderíamos reavaliar a decisão que tomamos na última reunião", assegura Marisa Lomônaco.

 

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2022. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal