Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

14/09/2020 - 13:03 - Atualizado em 16/09/2020 - 12:05
Grupos de Trabalho da UFU elaboram Protocolos de Biossegurança
Documento orienta retorno gradual das atividades institucionais a partir de medidas sanitárias protetivas
Por: 
Amanda Marques

Os GTs trabalham junto com o Comitê de Monitoramento da Covid-19 da UFU no planejamento do retorno das atividades na universidade (Foto: Milton Santos)

Em junho, a Administração Superior da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) nomeou os grupos de trabalho (GTs) de Colaboração Administrativa e de Colaboração Acadêmica. Os grupos trabalham junto com o Comitê de Monitoramento da Covid-19 da UFU, no planejamento do retorno das atividades na universidade. As ações dos GTs estão voltadas para a proposição de medidas de segurança dentro dos espaços institucionais e a organização de atividades acadêmicas que possam subsidiar as decisões dos conselhos superiores quando da possibilidade de retorno da comunidade.

Assim, esses grupos, formados por representantes de vários segmentos da UFU em diferentes áreas do conhecimento, ficaram encarregados de construir os Protocolos de Biossegurança, documento baseado em experiências de outras instituições nacionais e internacionais.

Em entrevista, os coordenadores dos GTs, Cláudio Barbosa Gomes e Hélder Eterno da Silveira, afirmaram que as ações propostas pelo documento preliminar apontam para a necessidade de a UFU se planejar para a compra de materiais, equipamentos de proteção individual (EPIs), termômetros, álcool líquido e em gel, dentre outros que foram encaminhados para o setor responsável da instituição. Além disso, foram propostas medidas de distanciamento e procedimentos a serem adotados nos espaços físicos da universidade.

Os coordenadores dos grupos apontaram a necessidade do planejamento das ações considerando a situação epidemiológica e mostraram que os grupos de trabalho atuaram no “como” deverá ser o retorno, pois o “quando” depende de fatores relacionados à diminuição da curva de contaminação e as condições de segurança da população universitária.

 

Protocolos de Biossegurança orientam como deve ser o retorno das atividades da universidade, ainda não há previsão de quando será esse retorno (Imagem de arquivo)

 

Quanto ao campo acadêmico e administrativo, o documento contempla ações híbridas e presenciais, respeitados todos os meios de segurança e ouvidas as autoridades da área sanitária. As proposições tomaram como ponto de partida um retorno gradual, em fases de implementação e de contingência populacional nos campi a fim de garantir um acompanhamento contínuo das ações e como modo de prevenir casos de contaminação.

Como exemplo, os coordenadores citaram o retorno cuidadoso dos laboratórios de pesquisa, dos espaços de extensão e de setores de atendimento à comunidade. “É necessário garantir que os estudantes que fazem pesquisas nos laboratórios possam dar sequência ao levantamento de dados para concluir seu trabalho. Porém, que façam de maneira cautelosa, com escalas, revezamento, medidas de distanciamento, higienização e uso de EPIs”, afirma Gomes.

 

Laboratório no campus da UFU em Patos de Minas durante a pandemia (Foto: Milton Santos)

 

Para Silveira, o mais importante é a manutenção da segurança e da vida da comunidade acadêmica. “O retorno gradual para o segundo semestre de 2020 e em 2021 respeita etapas importantes da vida acadêmica, como a manutenção das aulas remotas, a combinação de atividades híbridas e presenciais em situações específicas, a manutenção de servidores em trabalho remoto e a construção de estratégias de preparação, treinamento e orientação da comunidade acadêmica”, afirma o docente.

Ademais, o documento desenha medidas de retorno a partir do estudo espacial da UFU, a ocupação dos espaços e a circulação controlada em blocos e espaços fechados da universidade.

Segundo os coordenadores dos grupos de trabalho, a próxima etapa é a inserção de procedimentos específicos que atendam à Escola de Educação Básica da UFU, considerando suas especificidades. Nas próximas semanas, após conclusão e revisão dos protocolos, o documento será encaminhado ao Comitê de Monitoramento da Covid-19, que é encarregado de fazer sua ampla divulgação junto à comunidade acadêmica.

 

Política de uso: A reprodução de textos, fotografias e outros conteúdos publicados pela Diretoria de Comunicação Social da Universidade Federal de Uberlândia (Dirco/UFU) é livre; porém, solicitamos que seja(m) citado(s) o(s) autor(es) e o Portal Comunica UFU.

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2022. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal