Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

21/06/2021 - 21:01 - Atualizado em 24/06/2021 - 13:02
O uso de métodos ativos de ensino-aprendizagem no ensino remoto
Trabalho é premiado em Congresso de Educação Médica
Por: 
Portal Comunica
Por: 
Danilo Borges Paulino*

 

O novo coronavírus, SARS-CoV2, foi responsável por uma crise sanitária mundial em 2020 e 2021 e, para desacelerar a progressão da pandemia, medidas de distanciamento social foram adotadas no Brasil e no mundo.

A educação foi bastante afetada, e escolas e universidades aderiram ao ensino remoto (feito em ambiente virtual), o que impactou também a saúde mental dos estudantes, que se afastaram de suas relações sociais em um contexto de grandes dúvidas e incertezas.

Nesse contexto, o componente de Saúde Coletiva do terceiro período do curso de Medicina da UFU inovou na forma de fazer o ensino remoto, e teve o trabalho reconhecido no último dia 05/06 no VIII Congresso Mineiro de Educação Médica (COMEM).

Entre os três melhores trabalhos do Congresso apresentados na modalidade Apresentação Oral, o “A Aprendizagem Baseada em Equipes em meio ao ensino remoto: promovendo aprendizagem ativa e laços entre discentes para enfrentar o isolamento social” relatou o uso de métodos ativos de ensino-aprendizagem no contexto do ensino remoto, que contribuíram não apenas com o ensino-aprendizagem dos/das discentes, como também com sua saúde mental no contexto da pandemia.

Ele foi desenvolvido no Módulo Saúde Coletiva III, com autoria do discente Guilherme Cabral Borges Martins e dos docentes Danilo Borges Paulino e Gustavo Antonio Raimondi.O trabalho conquistou Menção Honrosa no evento.

Para os professores responsáveis pelo Módulo, a premiação reconhece os esforços de docentes e discentes no enfrentamento da pandemia no contexto do ensino remoto no âmbito da educação, na busca da realização de métodos ativos de ensino-aprendizagem, que são exigidos pelas Diretrizes Curriculares Nacionais para a graduação em Medicina no Brasil.

Assim, o trabalho destacou-se no evento por encontrar alternativas para desenvolver remotamente e com qualidade as competências práticas esperadas para a formação médica no âmbito da Saúde Coletiva, ao mesmo tempo em que reiterou o compromisso dos docentes de cuidar da saúde daqueles(as) que cuidarão das pessoas no futuro.

No trabalho, os autores destacaram “a diferença expressiva da Aprendizagem Baseada em Equipes com o método tradicional de ensino, principalmente em relação à interação entre os alunos. Vários estudantes relataram alívio significativo do estresse psicológico decorrente do contexto da pandemia, devido ao contato mais expressivo com os colegas de turma, proporcionado por esse ciclo de atividades, uma vez que as aulas expositivas não os aproximavam e, muitas vezes, reforçavam as angústias e sensações de estarem sós em casa.”

Além disso, destacaram que “a Aprendizagem Baseada em Equipes os permitiu vivenciar, a cada encontro remoto em equipe, como os conceitos de promoção da saúde, amorosidade e construção compartilhada de saberes poderiam ser concretizados e, assim, se cuidavam enquanto aprendiam e desenvolviam competências para a prática médica.”

O VIII COMEM visou proporcionar espaço de discussão aprofundada da Educação Médica no estado de Minas Gerais, tendo sido realizado pela diretoria regional da Associação Brasileira de Educação Médica (ABEM) em Minas Gerais no formato virtual. O evento foi acolhido pela Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais, entre os dias 3 e 5 de junho de 2021.

O tema central do COMEM 2020 foi “(Re)Pensando os desafios para a Educação Médica”. Tiveram destaque análises, pesquisas e relatos de experiência nesse tema, que tem sido foco de importantes debates e proposições das principais instituições responsáveis pelo direcionamento da formação médica no país.

 

*Danilo Borges Paulino é Professor Efetivo do Departamento Acadêmico de Saúde Coletiva do curso de Medicina da (FAMED-UFU), atuando nos componentes curriculares dos cursos de graduação em Medicina e Gestão em Saúde Ambiental, também desenvolvendo projetos de pesquisa e extensão na área de Saúde Coletiva e Educação Médica, bem como atuando em atividades de gestão acadêmica na UFU.

 

A seção "Leia Cientistas" reúne textos de divulgação científica escritos por pesquisadores da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). São produzidos por professores, técnicos e/ou estudantes de diferentes áreas do conhecimento. A publicação é feita pela Divisão de Divulgação Científica da Diretoria de Comunicação Social (Dirco/UFU), mas os textos são de responsabilidade do(s) autor(es) e não representam, necessariamente, a opinião da UFU e/ou da Dirco. Quer enviar seu texto? Acesse: www.comunica.ufu.br/divulgacao. Se você já enviou o seu texto, aguarde que ele deve ser publicado nos próximos dias.

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2022. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal