Skip to:

FacebookInstagramLinkedinTikTokTwitter YoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

07/07/2021 - 12:13 - Atualizado em 08/07/2021 - 07:54
Livro narra vivências do Ensino Médico durante pandemia
Alunos do curso de Medicina da UFU refletem sobre saúde mental e aulas à distância
Por: 
Laura Justino

Os autores do livro, publicado pela editora Seleto Editorial, questionam o aprendizado remoto

Uma das medidas adotadas para o combate à pandemia de Covid-19, causada pelo coronavírus, é o isolamento social. O ensino da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), que era presencial, passou a ser remoto, através da tela de um computador ou celular.

Com o objetivo de registrar as experiências acadêmicas vividas durante a pandemia pelos alunos do curso de Medicina da UFU, os estudantes William Nicoleti, Clara Regina Barbosa, Rafael Shiguetaro e Tânia Maria Mendonça publicaram o livro “Ensino Médico em Tempos de Pandemia”, em junho de 2021.

A compilação reúne as narrativas de 60 alunos que sofreram um ou mais incômodos, em decorrência do ensino remoto no campo da saúde. Eles afirmam que alguns  dos principais desafios enfrentados no período pandêmico é manter a saúde mental e encontrar formas de lidar com essa nova realidade.

O livro aponta que as aulas virtuais causaram ansiedade, desmotivação, medo e estresse nos estudantes, que demonstram, através de suas narrativas, a angústia da ausência do contato físico com o paciente e de práticas médicas durante as aulas, que são ministradas apenas com a teoria.

Os alunos do curso de Medicina Hector Batista, Júlia Severino e Katrícia Beatriz Barbosa revelam que o isolamento social fez surgir sentimentos de solidão e ansiedade: “a sensação era que não estávamos mais conectados a ninguém”.

Em contrapartida, de acordo com o livro, o ensino remoto estimulou reflexões teóricas que deixaram os universitários mais confiantes para cuidar de um paciente em um nível mais técnico, profissional e seguro.

Mesmo assim, a ausência da prática prejudicou o aprendizado. Os estudantes Ailton Gonçalves, Alzair Pontes, Gabriel Moreira e Noah Nakajima expõem a insatisfação com a maneira como algumas atividades de ensino foram abordadas: “devido às limitações da modalidade remota, sentimos que nenhuma das explicações foi suficiente”.

Em meio a tantas experiências, dúvidas, expectativas, pontos positivos e negativos, os autores do livro garantem que estão seguindo em frente. “Quais as boas novas que o ensino remoto ainda nos trará só poderemos responder mais tarde, porque a principal resposta será obtida no reflexo que esses dias longos e contínuos causarão nos futuros profissionais médicos”, concluem.

 

Política de uso: A reprodução de textos, fotografias e outros conteúdos publicados pela Diretoria de Comunicação Social da Universidade Federal de Uberlândia (Dirco/UFU) é livre; porém, solicitamos que seja(m) citado(s) o(s) autor(es) e o Portal Comunica UFU.

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2023. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal