Skip to:

FacebookInstagramLinkedinTikTokTwitter YoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

23/08/2021 - 09:54 - Atualizado em 23/08/2021 - 16:58
Projeto da UFU propõe construção coletiva de memórias da pandemia
Relatos estão sendo coletados por meio de vídeos, áudios e textos escritos
Por: 
Gabriel Caixeta

Principal objetivo do projeto é construir uma coleção que represente a memória coletiva de Uberlândia e região neste período de pandemia. (Imagem: divulgação)

De pequenas às grandes coisas, você certamente teve que realizar alguma mudança em seu cotidiano devido à pandemia de covid-19. Temos vivido momentos difíceis e incertezas que, por vezes, são angustiantes. Já faz mais de um ano que é assim. Mas como registrar tudo isso?

Diante desta pergunta, o Centro de Documentação e Pesquisa em História da Universidade Federal de Uberlândia (CDHIS/UFU) decidiu criar o projeto de extensão “Memórias da pandemia de covid-19 Uberlândia e região”. A iniciativa começou no final de 2020, com o registro de matérias dos jornais sobre a pandemia. Passados os meses, o CDHIS também chamou os moradores da cidade de Uberlândia para participar, por meio de relatos e experiências no período de pandemia.

Em tempos de incertezas, a escrita pode ser um ato libertador para quem participa do projeto, conforme explica Lara Botelho, que é estudante de História e membro do grupo. “Ajuda a aliviar o peso, a angústia, o medo, as perdas, as limitações, a raiva, a indignação, as reinvenções e transformações que quase todos nós vivenciamos nesse período. É um modo de refletir sobre o que aconteceu, liberar as emoções em um registro escrito que guardará como as pessoas efetivamente viveram a pandemia de covid-19, legando ao futuro a fala dos que normalmente não escutamos”, argumenta a discente.

Para Botelho, fazer um projeto de memória por meio dos relatos permite obter a profundidade necessária para criar um memorial coletivo. “O relato, independentemente de ser uma narrativa, uma poesia, em formato de vídeo, contendo fotos ou não, é o que mais acessa a percepção e a emoção das pessoas sobre o momento que vivenciamos e o que melhor proporciona a livre expressão”, comenta.

Depoimentos são abertos; os participantes podem relatar as suas impressões desse período em qualquer aspecto e formato (texto, vídeo, foto) que desejarem. (Imagem: divulgação)

O arquivista Raphael Bahia do Carmo, servidor do Instituto de História (Inhis/UFU), também destaca a importância futura do projeto. “Vivemos atualmente na 'era da informação'; porém, sem a preocupação de coletar e preservar por um longo período relatos e documentos, estes se perdem, colaborando para o esquecimento de tudo que estamos passando neste período, criando lacunas que serão difíceis de serem preenchidas no futuro. Temos hoje a oportunidade de recolher registros, fragmentos de uma memória coletiva que está sendo construída sobre a covid-19, enquanto a pandemia ainda está em curso, realizando uma coleta e preservação de forma planejada, garantindo que no futuro essa memória possa ser acessada pela comunidade e pesquisadores”, relata Carmo.

 

Como participar

 

Projeto surgiu diante da proporção social, política, psíquica e global que a pandemia de Covid-19 tomou no último ano e no atual. (Imagem: divulgação)

 

 

Política de uso: A reprodução de textos, fotografias e outros conteúdos publicados pela Diretoria de Comunicação Social da Universidade Federal de Uberlândia (Dirco/UFU) é livre; porém, solicitamos que seja(m) citado(s) o(s) autor(es) e o Portal Comunica UFU.

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2023. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal