Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

16/09/2021 - 11:51 - Atualizado em 22/09/2021 - 14:08
Comitê apresenta relatório de avaliação de atividades remotas
Documento faz um diagnóstico das percepções e comportamentos de estudantes, docentes, técnicos administrativos e colaboradores da UFU
Por: 
Marco Cavalcanti

Documento baseou-se em uma pesquisa de avaliação do ensino e do trabalho remotos. (Foto: Prefeitura Universitária)

O Comitê de Monitoramento à Covid-19 no âmbito da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) apresentou, na última quarta-feira (15/09), a primeira versão do Relatório de Avaliação das Atividades Acadêmicas Remotas Emergenciais (AARE) e do Trabalho Remoto.

O documento, de 180 páginas, baseou-se em uma pesquisa de avaliação do ensino e do trabalho remotos realizados na universidade em 2020 em substituição às atividades presenciais. Estas medidas foram adotadas devido à pandemia de covid-19.

“Este relatório é um diagnóstico detalhado referente às percepções e comportamentos de cada categoria que compõe a nossa comunidade universitária - estudantes, docentes, técnicos administrativos e colaboradores - durante o período de implementação das Atividades Acadêmicas Remotas Emergenciais (AARE) e do trabalho remoto. Foram analisados, desde as estruturas e condições oferecidas, as questões relacionadas à acessibilidade, à qualidade e ao planejamento pedagógico, à capacitação, ao acesso aos equipamentos e internet, à proteção social, como também à qualidade de vida, seja referente à saúde física e/ou emocional durante o distanciamento social”, explica a pró-reitora de Assistência Estudantil da UFU, Elaine Calderari.

“Trata-se de um relatório detalhado da 'Pesquisa de avaliação do ensino/trabalho remoto emergencial', a qual avaliou diversos aspectos das atividades realizadas pela comunidade universitária em 2020. Por meio dos sumários apresentados no relatório, conseguimos estimar a taxa de participação e o aproveitamento durante o ensino/trabalho remoto emergencial, bem como foi possível identificar os aspectos positivos e as dificuldades enfrentadas pela comunidade universitária no período avaliado”, acrescenta Aurélia Rodrigues, docente da Faculdade de Matemática e integrante do Grupo de Trabalho de Monitoramento à Covid-19 UFU (GT Científico).

O relatório traz informações sobre o Comitê de Monitoramento à Covid-19 e detalhes sobre a pesquisa, como a metodologia empregada, o número de participantes e o percentual de satisfação da comunidade universitária em relação às medidas de enfrentamento à covid-19, entre outros.

 

Comparação

Em relação ao monitoramento da covid-19 na UFU, o relatório apresenta os percentuais de contágio do vírus e dos grupos de risco na comunidade acadêmica, sendo possível fazer um comparativo entre o início da pandemia e sua evolução com o tempo dentro da nossa comunidade.

“Esse é o segundo instrumento que aplicamos em larga escala nessa instituição. O primeiro apresentou as expectativas e dificuldades de implementação do ensino remoto; já este novo relatório apresenta a avaliação desse período. É importante destacar que ele fez um recorte de análise, apenas sobre o período de implementação das AAREs, sendo este um período facultativo ao calendário acadêmico”, observa Calderari.

A pró-reitora considera o trabalho realizado como sendo um dos mais relevantes de caracterização da comunidade universitária. “Não apenas desse período, mas dos últimos anos, pois também apresenta dados significativos sobre o perfil da nossa comunidade universitária, seja de faixa etária, condições e faixas econômicas, distribuição geográfica nos campi e também nas unidades acadêmicas e administrativas, no qual nos apresenta ricos dados e informações, principalmente relacionados ao novo perfil econômico dos nossos estudantes e, consequentemente, a necessidade de um olhar diferenciado às vulnerabilidades apresentadas em consonância com essa nova realidade”, salienta ela.

Na apresentação do novo documento, o reitor da UFU, Valder Steffen Júnior, afirma que o relatório de avaliação “recupera o esforço de todas as pessoas envolvidas nesta nova prática”. “A partir da avaliação daquilo que foi produzido, é momento de planejar o futuro, para que, mais à frente, a universidade retorne a suas atividades presenciais, sendo estas consideradas muito importantes, uma vez que a UFU valoriza o oferecimento de ensino, pesquisa e extensão, juntamente com atividades culturais, esportivas e sociais que só podem ser realizadas com a presença da comunidade universitária nos campi, especialmente nossos(as) estudantes”, diz Steffen Júnior.

 

Política de uso: A reprodução de textos, fotografias e outros conteúdos publicados pela Diretoria de Comunicação Social da Universidade Federal de Uberlândia (Dirco/UFU) é livre; porém, solicitamos que seja(m) citado(s) o(s) autor(es) e o Portal Comunica UFU.

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2022. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal