Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

18/11/2021 - 16:48 - Atualizado em 25/11/2021 - 12:30
Pesquisa da UFU aborda o apoio da família no ensino de Libras para crianças surdas
Tema foi desenvolvido na dissertação do primeiro discente surdo do Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos
Por: 
Julia Alvarenga

Pedro Henrique de Macedo Silva defendeu sua dissertação dia 29 de outubro, de forma remota (Foto: Arquivo pessoal)

Em outubro deste ano, ocorreu a primeira defesa de dissertação por um discente surdo no Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos (PPGEL) da Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

Agora mestre em Estudos Linguísticos, Pedro Henrique de Macedo Silva desenvolveu sua pesquisa abordando a família como fator de apoio à aquisição da Língua Brasileira de Sinais (Libras) por crianças surdas.

“Embora exista um marco teórico robusto sobre a origem e evolução da Libras, bem como de seu ensino-aprendizagem pelos surdos, é preciso investigar mais de perto o incentivo e atuação dos familiares das pessoas surdas na aprendizagem desta língua e também da Língua Portuguesa”, afirma Silva.

O pesquisador comenta que o sucesso da aprendizagem se respalda no desenvolvimento do bilinguismo e, se não houver apoio familiar, as dificuldades no processo são exponencialmente aumentadas.

Silva é formado em Letras/Libras e mestre em Estudos Linguísticos (Foto: Arquivo pessoal)

A escolha do tema se deu por experiências pessoais de quando Silva era criança, pois, de acordo com ele, é uma “luta” para o indivíduo surdo estruturar o pensamento, desenvolver e demonstrar sentimentos, além de construir a identidade surda e se desenvolver como sujeito em todas as áreas do conhecimento humano.

Em sua dissertação, ele conclui que “quanto maior for o interesse da família em facilitar o processo de comunicação com os membros surdos e com o exterior, maiores serão as chances para promover a interação desses indivíduos com a sociedade e com a própria família e também maior o potencial em se desenvolver na educação e no trabalho”.

A pesquisa ainda reflete sobre ações que podem auxiliar no processo de aprendizagem da Libras pelos surdos. “Após o diagnóstico de surdez, a família pode se mobilizar no sentido de encontrar meios eficazes para promover condições ao desenvolvimento intelectual através do acesso a Libras, a aquisição da escrita e leitura, identidade cultural e, por fim, o desenvolvimento acadêmico e profissional”, explica.

Para Silva, ser o primeiro aluno surdo a defender a dissertação no programa foi muito emocionante. “A experiência no PPGEL foi incrível, é adaptado para acessibilidade, a equipe é excelente e as intérpretes são maravilhosas”.Ele acrescenta, porém, que não foi fácil, especialmente por causa da pandemia de covid-19, mas que é muito grato pelos ensinamentos de sua orientadora, a professora Eliamar Godoi, do Instituto de Letras e Linguística (Ileel/UFU).

 

Política de uso: A reprodução de textos, fotografias e outros conteúdos publicados pela Diretoria de Comunicação Social da Universidade Federal de Uberlândia (Dirco/UFU) é livre; porém, solicitamos que seja(m) citado(s) o(s) autor(es) e o Portal Comunica UFU.

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2021. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal