Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

23/12/2021 - 09:27 - Atualizado em 04/01/2022 - 07:54
Grupo de Estudos em Oriente Médio abre inscrições para novos integrantes
Iniciativa busca estudar sobre a área e desmistificar suas complexas relações com o mundo; qualquer estudante de graduação ou pós-graduação pode se inscrever, até 2 de janeiro
Por: 
Monallysa Leite

Logo do grupo de estudos em Oriente Médio da UFU. (Imagem: Reprodução)

O grupo de Estudos em Oriente Médio (Geom), fundado em março deste ano, por alunas do curso de Relações Internacionais da Universidade Federal de Uberlândia (IERI/UFU), abre, nesta sexta-feira (24), inscrições destinadas a qualquer estudante de graduação ou pós-graduação, para participar do processo seletivo referente ao ingresso no grupo. Serão ofertadas oito vagas ao total.

O processo acontecerá de forma totalmente remota. Será disponibilizado um formulário de inscrição para que o candidato responda às perguntas demonstrando o interesse em fazer parte da equipe. A depender da quantidade de pessoas inscritas, poderá ser realizada uma nova fase de entrevistas.

A iniciativa do Geom tem como objetivo estudar temas sobre o Oriente Médio, levando em consideração a grade do curso de Relações Internacionais, que se concentra no continente europeu e no desenvolvimento dos Estados Unidos da América (EUA), é o que explica a co-fundadora e atual diretora de Comunicação do grupo, Maria Paula Souza. “Por isso, a partir de uma visão não eurocêntrica, é fundamental conhecer a pluralidade de realidades do Oriente Médio para desmistificar a região e desconstruir estereótipos sobre a cultura, costumes, política, religião e história”, acrescenta a estudante.

No Geom, alguns dos pilares centrais que norteiam o aprofundamento dos estudos são referentes a: Cultura, Economia, Religião, História, Direitos Humanos e Relações Internacionais. “Nossas atividades se desenvolvem nesses campos e possuem também, como foco, a disseminação do conteúdo para toda a comunidade, para que mais pessoas também possam conhecer o Oriente Médio como nós”, afirma Souza.

 

Sobre o Geom

No primeiro semestre de 2020, Souza conta que teve a oportunidade de pesquisar sobre a região do Oriente Médio e, desde então, notou que em outras instituições já existiam grupos de estudos sobre o Oriente Médio no Brasil, como o Grupo de Estudos e Pesquisa sobre o Oriente Médio (Gepom), cooperativa composta por pesquisadores associados e pesquisadores juniores de diferentes instituições nacionais e internacionais, e o Grupo de Estudos da Eurásia (GEsEU/Unipampa).

“Mandei um e-mail para a coordenação do instituto, ao qual meu curso está vinculado, o Ieri, e perguntei sobre a possibilidade da fundação de um núcleo de estudos na UFU. Como os trâmites para a fundação de um grupo pelo instituto seriam demorados, resolvi arriscar e procurar alguém que poderia estar comigo no desenvolvimento da ideia”, relata a estudante.

Nesse sentido, ganhou o apoio de uma colega de classe, Francielle Pains. Depois disso, mais pessoas aderiram ao grupo, como as alunas Maria Eduarda Costa e Jéssica Félix, também diretoras do Geom. Levando em conta que o grupo nasceu em meio à pandemia, as atividades aconteceram totalmente em formato remoto. Ao longo do ano, os membros produziram artigos e apresentações em feiras acadêmicas, textos para plataformas de publicação on-line - Medium, conteúdos para o Instagram e também uma newsletter.

A composição do grupo é formada atualmente por quatro diretoras que administram os projetos e o funcionamento do Geom como um todo. As diretorias se dividem em: institucional, administrativo, gestão de projetos e comunicação. Em cada uma delas, há sub-funções, que estão ligadas diretamente aos projetos. Por exemplo, no ‘‘Raio-x dos Países’’, a coordenadora fica responsável por dar instruções aos membros que vão escrever a edição da semana, além de acompanhar o andamento da escrita do texto. Essas orientações acontecem em todos os outros projetos do grupo.

Apesar do Geom ser composto majoritariamente por discentes da UFU, há membros de outras instituições, como da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e também do Centro Universitário Jorge Amado (UniJorge), em Salvador (BA). Além disso, conta-se com um membro que cursa Geografia, na UFU.

Para 2022, uma das novidades do grupo é o novo coordenador, o professor Aureo Toledo, que possui como algumas das áreas de interesse os “Estudos para paz e Segurança Internacional”. Além de ser destaque no campo de pesquisa sobre o Afeganistão.

 

Cronograma do processo seletivo

Principais informações sobre o processo seletivo para ingressar ao grupo de estudos. | Imagem: Reprodução

  • 23/12 - Publicação do edital;
  • 24/12 - Abertura das inscrições às 12h;
  • 02/01/22 - Término das inscrições às 23h59;
  • 03/01 a 06/01 - Avaliação dos Candidatos;
  • 07/01 - Divulgação dos candidatos aprovados.

O edital com todas as informações, calendário, requisitos e o formulário de inscrição estará disponível na bio do Instagram do @geom.ufu.

 

Política de uso: A reprodução de textos, fotografias e outros conteúdos publicados pela Diretoria de Comunicação Social da Universidade Federal de Uberlândia (Dirco/UFU) é livre; porém, solicitamos que seja(m) citado(s) o(s) autor(es) e o Portal Comunica UFU.

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2022. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal