Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

23/12/2021 - 10:07 - Atualizado em 23/12/2021 - 13:52
Servidora da UFU é coautora do livro 'Novos Campi Universitários Brasileiros. Processos e Impactos'
Assinada por Elaine Saraiva Calderari e Joel Pereira, da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), obra tem acesso gratuito e traz novo olhar sobre experiências vivenciadas pelas universidades federais, entre os anos de 2004 e 2014
Por: 
Josias Ribeiro

A expansão e criação de universidades federais brasileiras, de 2004 a 2014, chama atenção para um período de novas experiências que tiveram impacto significativo na sociedade atual. Arquiteta e urbanista e atualmente ocupando o cargo de pró-reitora de Assistência Estudantil da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Elaine Saraiva Calderari reúne seus conhecimentos e pesquisas sobre esse fenômeno com os de Joel Pereira, da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), no livro “Novos Campi Universitários Brasileiros. Processos e Impactos”. No total, o trabalho envolveu a participação de nove Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes) e 26 pesquisadores relatando vicências, trajetórias e impactos desse processo.

Capa oficial da obra que já se encontra disponível digitalmente. (Imagem: Reprodução)

O trabalho apresenta uma série de reflexões a respeito das novas experiências, com análise crítica dos processos que estão envolvidos, suas características mais marcantes e a estratégia mercadológica apropriada para cada caso. Além de oferecer um conteúdo agregador às universidades brasileiras, docentes e estudantes, o livro também aborda assuntos importantes para os gestores públicos e profissionais que lidam com planejamento urbano e sustentabilidade ambiental, contribuindo com o engajamento das instituições públicas na transformação da realidade brasileira.

As arquitetas e urbanistas Gláucia Trindade, Flávia Carvalho e Ana Beatriz Lima contribuíram para reflexões sobre o processo de expansão dos novos campi da UFU - instituição da qual também são servidoras. O capítulo apresenta o histórico de definições e decisões tomadas, os atores e agentes envolvidos, além das principais ações em cada unidade para composição do processo projetual e o programa de necessidades do projeto urbanístico, paisagístico e do Plano Diretor e seus impactos regionais, que buscaram definir as diretrizes gerais e especificas para a implementação dos campi Glória, Pontal, Monte Carmelo e Patos de Minas.

À frente da Diretoria de Projetos e Orçamentos (Dirpo/UFU), Trindade comenta que é importante verificar as mudanças nas dimensões socioespaciais e as transformações territoriais na dinâmica urbana de cada cidade e cada região. Já Lima indica que "o livro tem como público direto os profissionais arquitetos, urbanistas, geógrafos, engenheiros de diversas especialidades, mas também os agentes públicos, pessoas que trabalham de forma integrada no planejamento territorial dos campi com as cidades e na construção de políticas públicas na área da educação".

Lançada oficialmente no último mês de novembro, a obra foi idealizada no período da pandemia da covid-19 e é fruto de um trabalho de dedicação cujo intuito é contribuir para o futuro da humanidade. Especificamente, reúne experiências de implantação de nove universidades federais criadas ou que passaram por expressiva expansão entre 2004 e 2014, agrupadas em três fundamentos: 

  • impactos urbanos e ambientais dos novos campi nas cidades e regiões;
  • universidade e sociedade interagindo nos territórios;
  • e campus universitário e leituras controversas da paisagem urbana e da sustentabilidade.

 

Diagnósticos e indicações

Flávia Carvalho, por sua vez, complementa que esta publicação também é um importante registro sobre todo o processo vivenciado pelas instituições nos últimos 10 anos, como uma memória do enorme trabalho realizado e do envolvimento de diversas equipes técnicas: docentes, técnicos administrativos e colaboradores, assim como dos estudantes que buscaram a democratização da formação no ensino superior público, gratuito e de qualidade.

"No caso da UFU, hoje podemos falar que passamos de uma universidade local, para uma universidade REGIONAL, que engloba o Triângulo Mineiro, o Alto Paranaíba, o noroeste e partes do norte de Minas, o sul e o sudoeste de Goiás, o norte de São Paulo e o leste de Mato Grosso do Sul e do Mato Grosso, como um grande centro de ensino da educação básica até a pós-graduação, com formação especializada, mas também de pesquisa, extensão, cultura, artes, tecnologias e inovações, entre outros", sublinha.

A obra aponta, ainda, sobre a necessidade de políticas públicas permanentes para a consolidação dos campi universitários federais, conforme destaca Elaine Calderari: "A criação de uma política de estado, que possa garantir recursos financeiros permanentes para a estruturação e consolidação dos espaços físicos é urgente no país. Além disso, reconhecer o papel sociocultural de cada campus nas cidades e regiões, como agentes de transformação na conformação espacial urbana, colaborando como nenhum outro equipamento urbano para o desenvolvimento econômico, social, ambiental e público das cidades e da sociedade."

Concluindo, Calderari informa que o livro foi organizado entre os meses de fevereiro de 2020 e 2021 e está disponível para acesso de forma on-line e gratuita, no portal da Universidade de Brasília (UnB). Outras informações a respeito de “Novos Campi Universitários Brasileiros. Processos e Impactos” obra estão disponíveis via Instagram. "A página também receberá, ao longo dos próximos anos, complementações de informações, depoimentos e a preparação de um novo volume para a temática. Uma boa leitura para todos e todas", convida.

 

Política de uso: A reprodução de textos, fotografias e outros conteúdos publicados pela Diretoria de Comunicação Social da Universidade Federal de Uberlândia (Dirco/UFU) é livre; porém, solicitamos que seja(m) citado(s) o(s) autor(es) e o Portal Comunica UFU.

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2022. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal