Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

14/06/2022 - 16:33 - Atualizado em 27/06/2022 - 10:47
Hospital de Clínicas promove a campanha 'Solidariedade - o amor que movimenta'
Entenda quais são os critérios para poder doar sangue e salvar vidas
Por: 
Portal Comunica
Por: 
Colaborou: Leidiane Campos, da Unidade de Comunicação Social do HC-UFU/Ebserh

 

Você sabia que somos a única fonte de matéria-prima para a realização de transfusão de sangue? Isso, porque o nosso sangue é insubstituível e não é produzido artificialmente. Por esse motivo é tão importante a doação desse componente vital do nosso corpo. Comemorado hoje (14/06), o Dia Mundial do Doador de Sangue é uma forma de reconhecer, celebrar e agradecer aos que doam sangue e também de incentivar mais pessoas a serem novos doadores.

Durante o ano de 2022, acontece a campanha "Solidariedade - o amor que movimenta". A ação faz parte do projeto Compartilhe Vida, que tem como objetivo aumentar o número de doadores de sangue e medula óssea no Hemocentro de Uberlândia. O programa é vinculado ao Comitê da Agência Transfusional, do Hospital de Clínicas (HC-UFU/Ebserh).

Os critérios para doação são:

  • Apresentar documento oficial de identificação válido com foto (RG, CNH, CTPS/outros);
  • Ter entre 16 e 69 anos (a idade máxima para a primeira doação de sangue é 60 anos; os candidatos que já tiverem doado pelo menos uma vez antes desta idade poderão doar até os 69 anos);
  • Estar saudável;
  • Pesar acima de 51 quilos (1kg é de roupa);
  • Dormir pelo menos 4 horas na noite anterior à doação;
  • Não estar de jejum;
  • Não ter comportamento de risco para doenças sexualmente transmissíveis;
  • Não ter tido sintomas gripais nos últimos 30 dias;
  • Não ter ingerido bebida alcóolica nas últimas 12h ou 24h;
  • Não ter usado drogas;
  • Não apresentar ferimento não cicatrizado;
  • Não ter feito tatuagem nos últimos 12 meses;
  • Não ter feito endoscopia nos últimos 6 meses;
  • Não ter tido hepatite após os 11 anos de idade;
  • Não ter recebido transfusão de sangue nos últimos 12 meses;
  • Quem teve covid-19 pode doar após 30 dias, se não tiver ficado com sequela que impeça;
  • Em caso de contato com pessoa suspeita ou confirmada com covid-19, é necessário aguardar 14 dias para doar se não tiver sintomas;
  • Para vacinas, aguardar o prazo de: BCG, Sarampo, Febre Amarela, Varicela e Rubéola - 4 semanas; Tétano, Hepatite e Gripe - 48 horas; covid-19 - Coronavac (48 horas), outras vacinas (7 dias).

As demais condições são avaliadas durante a triagem, assim que o doador for atendido. Em Uberlândia, as doações podem ser feitas no Hemocentro. A unidade fica na Avenida Levino de Souza, nº 1845, no Bairro Umuarama. Os horários de funcionamento são de segunda à sexta-feira e nos últimos sábados de cada mês, das 7h às 12h.

 

Doação de sangue e covid-19: o que mudou?

Após o início da pandemia do covid-19, o cenário da baixa nas doações se agravou ainda mais. Desde 2020, os hemocentros têm enfrentado o desafio de conscientizar a população de que a doação de sangue não aumenta o risco de contaminação pelo vírus. Ao fazer a doação, o voluntário tem a perda prevista de hemácias (células do sangue), mas essa condição não compromete sua imunidade.

É importante ressaltar que, para garantir a segurança dos doadores e evitar o risco de contágio, os hemocentros têm seguido uma série rigorosa de procedimentos de proteção e prevenção. De acordo com a Fundação Hemominas, medidas como o uso obrigatório de máscaras, higienização das mãos e garantia do distanciamento mínimo entre os pacientes e doadores são preconizadas em todas as unidades do estado.

 

Com informações do Ministério da Saúde e da Fundação Hemominas

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2022. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal