Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

19/07/2019 - 15:26 - Atualizado em 23/07/2019 - 15:13
Professor da Odontologia da UFU é selecionado para prêmio mundial de biomecânica
Pesquisa traz recomendações para diagnóstico de traumatismos em dentes anteriores
por Autor: 
Gabriela Francis

 

O cirurgião dentista deve estar atento à região mais ampla do foco do trauma para diagnosticar precocemente esse tipo de lesões. (Foto: Divulgação)

 

O professor Carlos José Soares, do Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Odontologia (Foufu) da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), foi selecionado como finalista do prêmio “Mimics Innovation Award”, na Área de Biomecânica, reconhecido mundialmente.

 

O prêmio existe desde 2005 e seleciona trabalhos de três regiões do mundo - Américas, Europa e Ásia - que tenham desenvolvido pesquisas na área de biomecânica, ou seja, que utilizem a análise mecânica para diagnóstico ou proposta de tratamentos de problemas de saúde.

 

Essa é a primeira vez, nos últimos 14 anos, que um dos finalistas é do curso de Odontologia. Também é a primeira vez que um sul-americano é selecionado como finalista deste prêmio, que será entregue durante o maior evento mundial de biomecânica, na Columbia University, na cidade de Nova York

 

A premiação acontece entre os dias 14 e 16 de agosto. O comitê julgador envolve professores e pesquisadores das mais renomadas instituições do mundo com o MIT – Massachusetts Institute of Technology, EUA; University of Leuven, Bélgica; Universidade de Bolonha, Itália e o CEO da Materialise que coordena as pesquisas com interface com as universidades mundiais. 

 

A pesquisa

 

A pesquisa selecionada, desenvolvida na Foufu, foi fruto da dissertação do aluno de mestrado Andomar Vilela, com colaboração de pesquisadores da University of Tennessee. O financiamento foi feito pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig). 

 

Esse trabalho traz uma grande vertente social, segundo o pesquisador, pois foi gerado junto à extensão em Traumatismo Dento Alveolar, que é desenvolvida há 15 anos na Foufu. Muitos pacientes que sofrem traumatismos, impactando apenas um dente da região anterior, desenvolvem tardiamente reabsorções das raízes de dentes vizinhos que não foram afetados pelo trauma, isto é, os dentes não afetados sofrem uma lesão que acaba por encurtar sua raiz, fazendo com que o dente perca volume (os dentes anteriores são os da frente, ou seja, os incisivos centrais, laterais e os caninos; os demais, pré-molares e molares, são os posteriores). Até então não havia uma explicação clara de como esse processo se dava. 

 

Os pesquisadores desenvolveram modelos computacionais a partir de tomografias de pacientes que sofreram esse tipo de trauma e provaram que as tensões residuais geradas em um dente podem atingir a raiz dos dentes ao lado e desenvolver o processo de reabsorção, que pode levar até a perda desse dente. Com isso, o trabalho traz recomendações importantes de como melhor diagnosticar traumatismos em dentes anteriores, diagnosticando precocemente as lesões e prevenindo danos maiores. 

 

 

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2019. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal