Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

06/02/2020 - 17:27 - Atualizado em 12/02/2020 - 13:39
Coronavírus em pauta na UFU
Epidemia foi tema de palestra no Campus Santa Mônica
por Autor: 
Cristiano Alvarenga

Origem, sintomas e cronograma do coronavírus foram apresentados pela pesquisadora Leila dos Santos Macedo (Foto: Alexandre Santos)

“Coronavírus: Uma nova pandemia? Fatores de risco e Medidas de Bioproteção”, foi o tema da palestra apresentada nesta quinta-feira, 06/02, no Campus Santa Mónica da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). O evento, ministrado pela pesquisadora da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Leila dos Santos Macedo, é uma iniciativa da Comissão de Biossegurança da UFU.

A pesquisadora citou que o coronavírus, foi detectado pela primeira vez em 1967 (em animais) e que a epidemia registrada a partir de 2019 trata-se de uma variante do vírus. Leila explicou que a doença ataca o sistema respiratório e as consequências dependem também das condições de saúde do paciente. “O perigo é a baixa imunidade”, enfatizou.

Além de contextualizar o surgimento de nova variante do coronavírus, Leila apresentou a cronologia de expansão do vírus, desde os primeiros indícios, na cidade de Wuran (China), até a repatriação de brasileiros. Confira o infográfico:

 

Leila enfatizou que o coronavírus tem índice de mortalidade menor que outras epidemias registradas recentemente, com cerca de 2% (veja os números atualizados no infográfico produzido pela Universidade John Hopkins). A SARS (Síndrome Aguda Respiratória Severa), registrada nos anos de 2002 a 2004, teve 8.000 casos e 774 mortes (mortalidade de 9,6%). Já a MERS (Síndrome Respiratória do Oriente Médio), entre 2012 a 2020, contabilizou 2.506 casos e 862 mortes (34%).

 

Situação brasileira, prevenção e sintomas

Até a data de realização do evento, o Brasil não possuia caso confirmado para o coronavírus. No entanto, Leila considera que alguns hábitos devem ser considerados para evitar a proliferação do novo vírus e de outras doenças. Lavar as mão, utilizar frequentemente o alcool gel e manter uma boa alimentação são as principais atitudes de prevenção.

Os sintomas do coronavírus são semelhantes aos da gripe, confira:

  • Febre em torno de 38ºC 
  • Dor de cabeça
  • Dor de garganta
  • Secreção nasal
  • Tosse - Dificuldade de respirar

 

Coronavírus: os números da epidemia

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2020. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal