Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

05/06/2020 - 17:45 - Atualizado em 08/06/2020 - 17:05
Pesquisa para celebrar o Dia Mundial do Meio Ambiente
Conheça a lista de trabalhos relacionados à questão ambiental publicados na UFU no início desse ano
por Autor: 
Marco Cavalcanti

Para celebrar o Dia Mundial do Meio Ambiente, 5 de junho, o portal Comunica UFU traz uma lista de trabalhos científicos sobre o tema publicados na Universidade Federal de Uberlândia (UFU) neste primeiro semestre de 2020 e que estão disponíveis no Repositório Institucional.

São, na sua maioria, dissertações de mestrado e teses de doutorado dos programas de pós-graduação. A lista traz ainda três trabalhos de conclusão de curso (TCC) produzidos por estudantes de cursos de graduação.

As pesquisas abordam a temperatura em Patos de Minas, os riscos da mineração e de desastres por inundação, resíduos eletroeletrônicos, coleta seletiva, efeito da poluição sonora em aves, desenvolvimento sustentável, entre outros assuntos que envolvem o meio ambiente.

Destacamos, abaixo, três dissertações para incentivar a leitura dos trabalhos, pois para mudarmos a realidade, primeiro é necessário conhecê-la. O meio ambiente agradece.

Jasmine Assis analisou trabalhos científicos de conflito entre pecuaristas e onças-pintadas encontrados de 1990 até 2018 (Foto: elCarito/Unsplash)

Gado X Onça

O que faz com que onças ataquem o gado? A perda do habitat do maior felino das Américas, a diminuição de populações de presas selvagens e o manejo inadequado de gado são as principais causas.

Mas quem quiser saber mais profundamente sobre esse assunto não pode deixar de ler a dissertação Identificação das zonas de conflito entre onças-pintadas e a atividade pecuária no Brasil, defendida por Jasmine de Resende Assis no Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais.

A pesquisadora analisou trabalhos científicos de conflito entre pecuaristas e onças-pintadas encontrados de 1990 até 2018. Foram identificadas, pela autora, 65 recomendações diferentes — impostas tanto aos proprietários rurais quanto ao Estado — para diminuir o conflito entre pecuaristas e onças-pintadas. 

“Observamos que quanto menor a adequabilidade ambiental, maior o risco de predação, como é o caso do Cerrado, Mata Atlântica e do arco do desmatamento na Amazônia. Adequabilidade ambiental baixa juntamente com fatores antropogênicos, como baixa densidade do rebanho e elevado número de propriedades rurais, representam o cenário mais propenso à predação de gado por onças-pintadas. Novos estudos são necessários em escalas regionais para auxiliar na identificação das áreas com maior risco de predação e facilitar a implementação de estratégias mitigatórias adequadas”, revela a pesquisa.  

Estrangeirização de terras

Na dissertação de mestrado Agronegócio e controle de terras por agentes estrangeiros no Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba: o grupo Bunge Açúcar e Bioenergia, defendida por Patrícia Santos no Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), o tema é o processo de estrangeirização de terras na mesorregião, tendo como foco uma das maiores empresas de agronegócio do mundo.

O trabalho abordou as diferentes formas de apropriação e controle do território: por vias diretas, através de compra e/ou arrendamento de terras, ou indireta, por meio do controle de recursos naturais, relações de trabalho e toda a cadeia produtiva.

“A mesorregião geográfica do Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba, nosso recorte territorial nesta pesquisa, tem sido afetada pela estrangeirização da terra, onde os maiores controladores são as empresas do setor sucroenergético com capital de origem majoritariamente estadunidense”, relata a pesquisadora.

“A Bunge tem se apropriado do território majoritariamente pelas vias de arrendamento para a produção de cana-de-açúcar, incorporando áreas que antes eram destinadas a cultivos de grãos, alimentos e pecuária, modificando a dinâmica produtiva da região”, revela a dissertação.

As consequências, segundo o estudo, são a perda da soberania nacional e também alimentar, além de desterritorializar camponeses e outros povos do campo.

Expansão de Uberlândia

Qual é o impacto causado ao meio ambiente quando uma cidade como Uberlândia cresce?

A resposta para essa pergunta pode estar na dissertação de mestrado intitulada Avaliação ambiental do alto curso da Bacia do Rio das Pedras diante da expansão urbana do Setor Oeste de Uberlândia-MG.

A pesquisa foi feita por Lediane Carvalho de Oliveira, no Programa de Pós-Graduação em Geografia da UFU.

A dissertação coloca uma lupa na Bacia Hidrográfica do Rio das Pedras, que abrange partes dos municípios de Uberlândia e de Tupaciguara, e que tem o córrego Rio das Pedras - afluente do Rio Uberabinha - como seu curso d’água principal.

O trabalho mostra a evolução da ocupação do solo entre 1989 e 2019 na parte mais elevada da bacia, onde está localizada a nascente do Rio das Pedras. Nesta região está situado, por exemplo, o bairro Residencial Pequis, na zona oeste de Uberlândia.

“As classes de usos que apresentaram maior contraste entre os períodos analisados foram: a vegetação nativa que diminuiu em 77,95% e as áreas urbanizadas que expandiram 194,68% acarretando o estado de lançamento inadequado de resíduos, a deterioração da vegetação nativa e a ocupação e degradação das Áreas de Preservação Permanente, impactando negativamente sobre a qualidade das águas”, retrata a dissertação.

Na pesquisa, a autora cita ações implementadas pelo poder público e organizações da sociedade civil visando à conservação e melhoria da qualidade ambiental, mas observa que elas “precisam envolver a população não apenas nos atos finais do projeto, mas antecipadamente, com atividades de educação ambiental que visem a mudança de hábitos no seu cotidiano, valorizem a importância do cuidar do espaço vivido e motivam a transferência dos conhecimentos e ideais para outras gerações”.

 

Trabalhos da graduação e de programas de pós-graduação que se relacionam à questão ambiental:

 

TCCs

Estudo comparado da responsabilidade penal da pessoa jurídica por crimes ambientais no Brasil e em Portugal  

Desempenho ambiental da coleta seletiva informal na cidade de Uberlândia - MG

 Plano de recuperação de uma área degradada de preservação permanente - Torrinha, São Paulo

 

Dissertações

Cadastro Ambiental Rural e Reserva Legal: avaliação e aplicações dos dados espaciais do SICAR

Ecoeficiência e desafios de integração entre agentes corresponsáveis pelo tratamento de resíduos eletroeletrônicos (REEE): um estudo multicasos no Triângulo Mineiro

Organizações que matam: o necrocapitalismo da indústria mineradora de nióbio nas mesorregiões do Alto Paranaíba e Sul Goiano  

A ecologia é “in loco” e não internacional: a participação das empresas de papel-celulose na promoção de um desenvolvimento sustentável em Três Lagoas (MS)

A Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável e o Brasil: uma análise da governança para a implementação entre 2015 e 2019

Análise da alteração do escoamento superficial pela tendência de evolução do uso e ocupação do solo usando Cadeia de Markov e análise espacial para Bacia do Córrego de São Pedro, Uberlândia/MG

Incêndios de alta intensidade e seus efeitos sobre a comunidade de formigas arborícolas do Cerrado

Identificação das zonas de conflito entre onças-pintadas e a atividade pecuária no Brasil  

Avaliação ambiental do alto curso da bacia do Rio das Pedras diante da expansão urbana do setor oeste de Uberlândia - MG

Agronegócio e controle de terras por agentes estrangeiros no Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba: o grupo Bunge Açúcar e Bioenergia

Efeitos da poluição sonora em comunidades de aves do Cerrado: o impacto das rodovias

Efeito da Restauração Ecológica na Recuperação e Conservação da Avifauna em Fragmentos de Mata Ciliar no Rio Uberabinha, em Uberlândia, MG

Sazonalidade e estrutura de rede de interações entre aves frugívoras e plantas em um fragmento florestal de Cerrado  

Impacto na produção de sedimentos devido ao uso e ocupação do solo na bacia hidrográfica do ribeirão Piçarrão, Triângulo Mineiro

 

Teses

O clima e as cidades: avaliação do índice de correlação entre temperaturas medidas por sensores termais do satélite Landsat-8 e sensores de superfície na cidade de Patos de Minas - MG

Análise de risco de desastres por inundação: cenários temporais para a cidade de Governador Valadares (MG)

Do outro lado da rua: riscos associados ao uso do território e bem-estar social de moradores em função da mineração em Paracatu-MG

Mosaicos multidimensionais: heterogeneidade ambiental e invasão biológica como determinantes de padrões ecossistêmicos

Respostas de besouros Scarabaeinae e formigas a distúrbios em savanas tropicais

 

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2020. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal