Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

13/05/2022 - 17:21 - Atualizado em 17/05/2022 - 15:40
Novas instalações da Estação Experimental de Hortaliças são inauguradas
Localizada no centro de Monte Carmelo, as atualizações visam a aumentar o contato com as comunidades interna e externa da UFU
Por: 
Naiara Ashaia

Fundada em 2013, a Estação Experimental de Hortaliças é sediada em Monte Carmelo. O espaço é reconhecido como um local de pesquisa, ensino e extensão ligado à Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Assim, nesta sexta-feira (13/05), foi inaugurada uma série de novas instalações visando à melhoria da instalação.

A partir da parceria com a Prefeitura de Monte Carmelo e com o apoio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pró-Graduação (Propp/UFU), houve a entrega do espaço modular climatizado localizado dentro da estação. A proposta é ter um local adequado para a execução de atividades de ensino, pesquisa e extensão ali já realizadas.

Também houve a construção de uma calçada e de estacionamento direcionado para a acessibilidade. Na área das plantações, foram feitas uma estrutura de canteiros e a escavação, em parceria com o Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae).

O evento contou com a presença de representantes da UFU e da prefeitura de Monte Carmelo. (Foto: Milton Santos)

O evento contou com a presença de Carlos Henrique Martins, vice-reitor da UFU, e Carlos Henrique de Carvalho, pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação. Também estavam presentes Murilo Vieira da Silva, diretor de Pesquisa da UFU, Thiago Paluma, diretor de Inovação e Transferência de Tecnologia, e Carlos Ueira Vieira, diretor do Instituto de Biotecnologia (Ibtec).

Matheus de Souza Gomes, assessor da Reitoria em Patos de Minas, e José Humberto do Nascimento, assessor da Reitoria no Campus Monte Carmelo, compunham os representantes da UFU. Além deles, a professora Ana Carolina Silva Siquieroli, do Instituto de Biotecnologia, e o professor Gabriel Maciel, do Instituto de Ciências Agrárias (Iciag), que coordenam o Grupo de Estudos em Melhoramento Genético de Hortaliças (GEN-HORT).

Juntamente com eles, estavam representantes da Prefeitura de Monte Carmelo e do cartório que regulariza a doação do terreno. Alunos de graduação e pós-graduação e trabalhadores rurais também estavam presentes.

De acordo com Murilo Vieira da Silva, a inauguração foi uma celebração da pedra angular das melhorias que ainda acontecerão. Entre elas, estão a construção de pergolados e cercas, visando à potencialização do espaço.

 

Tripé universitário

O pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UFU, Carlos Henrique de Carvalho, aponta que a estação não é apenas uma plantação, mas sim um laboratório. Além disso, a pesquisa e o ensino desenvolvidos ali estão alcançando a população carmelitana. “O que é mais importante é termos produtores rurais reconhecendo o trabalho da universidade, porque mostra que ele está chegando onde tem que chegar”, destaca.

Para Carvalho, as ações precisam ser amplificadas. Por isso, é importante que haja investimentos como os que permitiram as melhorias no espaço. “Esse investimento vai mudar o cenário de um laboratório para que continuemos trabalhando e beneficiando aqueles que querem trabalhar em benefício da sociedade”, completa.

A Estação conta com estufas onde há o melhoramento genético de plantas como alface, soja, tomate e melão. (Foto: Milton Santos).

A Estação Experimental de Hortaliças é resultado de uma quadrihélice, ou seja, envolve a universidade, a iniciativa privada, o setor público e a sociedade. José Humberto do Nascimento, representante do reitor no Campus Monte Carmelo, exemplifica essa parceria ao apontar que as tecnologias desenvolvidas nesse espaço são entregues para pequenos e grandes agricultores e também para empresas privadas. Assim, todos conseguem produzir e comercializar alimentos de qualidade.

Isso também é demonstrado no acordo entre os produtores e a empresa que administra o Restaurante Universitário (RU) para que estes comercializem os alimentos. “Em termos de logística e de produção, nós conseguimos fechar a cadeia produtiva envolvendo a universidade e a sociedade”, afirma Nascimento.

Outro exemplo da interação da universidade com a sociedade vivenciada na Estação Experimental de Hortaliças é a promoção do contato com os projetos de pesquisa desenvolvidos. “Temos aqui estudantes oriundos de outros países. Além desse aspecto da internacionalização, há o envolvimento com as escolas municipais, escolas públicas da rede estadual e também com as escolas privadas, por meio de projetos de extensão e pesquisa. Então, várias atividades estão acontecendo e demonstram essa sinergia entre a universidade e a comunidade”, aponta o representante do reitor em Monte Carmelo.

O vice-reitor, Carlos Henrique Martins, aponta que a estação tem um caráter essencial enquanto espaço que permite que a comunidade seja apresentada a esses projetos desenvolvidos pela UFU, mas também na validação da sua importância.  “Existem iniciativas nos nossos campi fora de sede que são reconhecidas nacionalmente e internacionalmente. Essa aqui é uma delas,” afirma.

Para o vice-reitor, esse contato resulta na aproximação e na captação de futuros estudantes da universidade. “É uma iniciativa da UFU muito importante e que vai trazer vários frutos durante os próximos anos”, completa.

A docente Ana Carolina Silva Siquieroli destaca que a estação é acessível para a população carmelitana e das cidades vizinhas que queira conhecer o trabalho da UFU. “Essa estrutura veio para consolidar isso: a área está pronta para receber vocês; venham conhecer a universidade”.

A Estação Experimental de Hortaliças está sediada na Rua Riachuelo, no bairro Santa Rita, em Monte Carmelo.

 

Política de uso: A reprodução de textos, fotografias e outros conteúdos publicados pela Diretoria de Comunicação Social da Universidade Federal de Uberlândia

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2022. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal