Pular para o conteúdo principal
OPEN SCIENCE

Projeto de extensão promove jornada de ciência aberta na prática

Curso on-line tem inscrições para participação em junho e terá lista de espera para próximas edições

Publicado em 29/05/2024 às 13:42 - Atualizado em 29/05/2024 às 17:02

Práticas de ciência aberta podem ser utilizadas em todas as áreas de conhecimento. (Imagem: Freepik)

Pesquisadores, estudantes e professores que querem conhecer ou integrar práticas de ciência aberta em seus projetos de pesquisa podem participar do curso “Artigo à prova de futuro: Jornada de open science na prática”. Serão oito encontros remotos durante o mês de junho, às terças-feiras e quintas-feiras, no período entre 19h e 21h. As inscrições podem ser feitas gratuitamente no site do curso.

A iniciativa é fruto de um projeto de extensão coordenado pelo professor Pablo Rogers, da Faculdade de Gestão e Negócios da Universidade Federal de Uberlândia (Fagen/UFU), e oferece certificado de participação com carga horária de 16h. Em junho, o curso será ministrado em conjunto por Rogers e pelo professor Ricardo Limongi, da Universidade Federal de Goiás (UFG).

A jornada aborda temas introdutórios sobre ciência aberta, com foco no ferramental disponível para tornar a pesquisa mais transparente, reprodutível e acessível. “O curso é voltado para pesquisadores e estudantes de pós-graduação, mas aberto a qualquer pessoa interessada em aprender sobre a prática da ciência aberta”, convida o professor.

Flyer do curso com a inscrição 'Artigo à prova de futuro: Jornada de open science na prática'
Curso apresenta diversas ferramentas voltadas à open science. (Imagem: Divulgação)

Rogers explica que a ciência aberta é um conjunto de práticas que busca garantir transparência, replicabilidade e impacto acadêmico, sobretudo no uso de dados em pesquisas de todas as áreas de conhecimento. “Eu acredito que todo e qualquer tipo de pesquisa pode promover o acesso aberto e aplicar tudo que a gente vai ver no nosso curso”, completa.

Nos encontros, serão discutidos tópicos sobre repositórios da ciência aberta, gerenciamento de referências e bibliotecas, gestão de dados e projetos, controle de versões, documentos reprodutíveis, controle de ambiente e uso de inteligência artificial na pesquisa científica.

Além de introduzir os conceitos, Rogers destaca que a abordagem será totalmente prática e visa promover a interação entre diversos pesquisadores. “A ciência aberta é uma abordagem cada vez mais valorizada no mundo acadêmico, pois facilita a colaboração e aumenta a credibilidade e o alcance dos resultados científicos”, finaliza Rogers.


 

Política de uso: A reprodução de textos, fotografias e outros conteúdos publicados pela Diretoria de Comunicação Social da Universidade Federal de Uberlândia (Dirco/UFU) é livre; porém, solicitamos que seja(m) citado(s) o(s) autor(es) e o Portal Comunica UFU.

 

Palavras-chave: ciência aberta open science transparência curso extensão

A11y