Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

27/04/2021 - 08:41 - Atualizado em 28/04/2021 - 14:00
UFU desenvolve equipamento para uso nas redes de distribuição de energia elétrica com o objetivo de salvar vidas
Na seção 'Leia Cientistas', pesquisadores da Engenharia Elétrica falam sobre projeto feito em parceria com a Cemig
Por: 
Portal Comunica UFU
Por: 
José Rubens Macedo Junior*

 

Convênio foi feito no âmbito do Programa de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico do Setor de Energia Elétrica, da Aneel (Fotos: Arquivos dos pesquisadores)

Anualmente, dezenas de brasileiros perdem suas vidas em decorrência da queda de cabos de alta tensão existentes nas redes aéreas das diversas concessionárias de distribuição do país. Uma vez em contato com o solo, esses cabos podem permanecer estáticos, em silêncio, sem que os sistemas de proteção existentes enxerguem a anomalia e promovam a desligamento seguro do sistema. 

É exatamente durante esse período que os acidentes acontecem. Por desinformação, pedestres e moradores se aventuram com a retirada do cabo da frente de suas garagens, ou ainda do meio da rua, e acabam sendo eletrocutados com tensões da ordem de 8 mil Volts. Cabe destacar que galhos e cabos de vassoura (normalmente utilizados por pessoas comuns nessas situações) não são isolantes para esse nível de tensão. 

Em situações como essa, a pessoa deve se manter a pelo menos 20 metros de distância do cabo e ligar imediatamente para a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) (116) ou para o Corpo de Bombeiros (193).

Tecnicamente, defeitos desse tipo, associados à queda de cabos de alta tensão, são denominados de Faltas de Alta Impedância. Nessas situações, o cabo caído se comporta como uma carga elétrica comum, de forma que os sistemas de proteção existentes não conseguem diferenciar esse tipo de defeito de uma condição normal de operação.

Visando a uma solução para o problema, a Universidade Federal de Uberlândia (UFU), através da Faculdade de Engenharia Elétrica (Feelt) e a Cemig firmaram um convênio no âmbito do Programa de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico do Setor de Energia Elétrica, da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), com o objetivo de desenvolver um novo equipamento, para uso nas redes aéreas, capaz de enxergar esse tipo de defeito e promover o desligamento seguro da rede elétrica no local. 

O resultado da pesquisa foi o desenvolvimento de uma nova tecnologia, baseada na assinatura inter-harmônica das correntes de curto-circuito associadas a cabos energizados em contato com o solo, capaz de promover a correta identificação das Faltas de Alta Impedância, promovendo o desligamento da rede. 

Os resultados genéricos da pesquisa foram publicados em revista internacional, com elevado fator de impacto e classificação Qualis Capes A1, e o detalhamento completo dessa técnica pioneira em âmbito mundial foi utilizado para depósito de patente junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI).

As figuras a seguir mostram o equipamento no qual foi embarcada a nova tecnologia desenvolvida pelos pesquisadores da UFU. Ao todo, no âmbito do convênio firmado entre as partes, serão construídas dez unidades do novo equipamento.

 

Religador 1 (Foto: Arquivo dos pesquisadores)

 

Religador 2 (Foto: Arquivo dos pesquisadores)

 

O título do projeto é "Desenvolvimento de religadores automáticos para identificação de faltas de alta impedância". A equipe é formada pelos professores José Rubens Macedo Junior (coordenador), José Wilson Resende, Márcio José da Cunha, Marcelo Barros de Almeida e Daniel Pereira de Carvalho.

 

*José Rubens Macedo Junior é professor da Faculdade de Engenharia Elétrica da UFU; graduado, mestre e doutor em Engenharia Elétrica. É senior member do The Institute of Electrical and Electronics Engineers (IEEE) desde 2007 e revisor de periódicos nacionais e internacionais. Possui experiência no âmbito do setor elétrico brasileiro (1998 - 2009), tendo trabalhado como gerente de qualidade do serviço em três diferentes distribuidoras de energia elétrica. Tem atuado preferencialmente nos seguintes temas: qualidade da energia elétrica, definições de potência elétrica, medição da energia elétrica, assim como na identificação de faltas de alta impedância.

 

A seção "Leia Cientistas" reúne textos de divulgação científica escritos por pesquisadores da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). São produzidos por professores, técnicos e/ou estudantes de diferentes áreas do conhecimento. A publicação é feita pela Divisão de Divulgação Científica da Diretoria de Comunicação Social (Dirco/UFU), mas os textos são de responsabilidade do(s) autor(es) e não representam, necessariamente, a opinião da UFU e/ou da Dirco. Quer enviar seu texto? Acesse: www.comunica.ufu.br/divulgacao. Se você já enviou o seu texto, aguarde que ele deve ser publicado nos próximos dias.

 

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2022. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal