Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

16/02/2022 - 14:01 - Atualizado em 17/02/2022 - 11:22
Projeto da UFU oferece exercícios físicos para gestantes
Pesquisa vai avaliar resultado das atividades na prevenção da diástase abdominal
Por: 
Marco Cavalcanti

Alana Cabral: ‘Prática de exercícios físicos está associada à redução do risco de complicações na gestação e melhora da saúde física e mental da mulher’. (Foto: Senivpetro/Freepik)

Estão abertas as inscrições para o projeto de pesquisa “Exercícios físicos para gestantes”, desenvolvido no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Saúde (PPCSA), da Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

Podem participar gestantes de 18 a 40 anos de idade que estejam na primeira gestação e que não tenham sido submetidas à cirurgia abdominal. Outro pré-requisito é que a gestação esteja entre 18 e 21 semanas.

O objetivo do projeto, que tem orientação e coordenação da professora Vanessa Santos Pereira Baldon, do curso de Fisioterapia, é investigar os efeitos dos exercícios físicos na prevenção da diástase abdominal em gestantes. A diástase abdominal se caracteriza quando acontece um afastamento entre os músculos e tecidos localizados na região do abdômen, ou seja, na barriga.

“A gestação promove diversas mudanças no corpo da mulher, sendo que uma dessas alterações pode ser observada em relação aos músculos reto abdominais. Esses músculos, localizados na região da barriga, apresentam-se em um par, de modo que eles possuem uma distância fisiológica (natural) entre eles. Entretanto, ao longo da gravidez, em função de todas essas mudanças no corpo da gestante, a distância entre esses músculos pode aumentar, gerando um afastamento dessa musculatura”, explica a doutoranda Alana Leandro Cabral, que desenvolve a pesquisa.

A diástase do reto abdominal (DRA), revela a pesquisadora, é muito frequente: 60% a 100% das mulheres a desenvolvem durante a gestação, podendo desaparecer após o parto ou estar presente até seis meses depois da gravidez.

“Além de ser considerada uma questão estética, com as mulheres apresentando um abdômen flácido e protuberante, a DRA é, usualmente, relacionada à dor abdominal, lombar, pélvica, fraqueza dos músculos abdominais e disfunções do assoalho pélvico”.

Conforme esclarece Alana Cabral, as recomendações atuais indicam que todas as mulheres devem ser fisicamente ativas durante a gravidez ‒ exceto as que apresentem algum impedimento.

“A prática de exercícios físicos está associada à redução do risco de complicações na gestação e melhora da saúde física e mental da mulher. É indicado que toda gestante que não apresente contraindicações realize, no mínimo, 150 minutos de atividade física, semanalmente, de intensidade moderada, para alcançar os benefícios dessa prática”, afirma a doutoranda.

 

Projeto

Ao realizar inscrição no projeto que visa à prevenção da diástase abdominal, as participantes vão passar por uma avaliação on-line respondendo algumas questões sobre a sua história ginecológica e obstétrica. Após isso, será realizada uma avaliação presencial, com a utilização de ultrassom, por uma médica do Hospital de Clínicas da UFU. O objetivo é avaliar a diástase da gestante.

Depois dessa avaliação presencial, serão agendadas sessões presenciais de exercícios físicos com o acompanhamento de uma fisioterapeuta. Serão realizadas duas sessões semanais. Ao final de 12 semanas de projeto, a gestante será avaliada novamente.

Nessas seções, serão formados grupos de três gestantes, que deverão manter distanciamento de dois metros, para cumprir regras de segurança por causa da pandemia. As participantes (inclusive a fisioterapeuta) serão instruídas a informar e a não comparecer, se estiverem com sintomas de infecção respiratória. Todos deverão usar máscaras, os equipamentos serão higienizados e o espaço será mantido ventilado.

Os exercícios serão realizados no espaço do curso de Fisioterapia da UFU, localizado na Rua Duque de Caxias, 285, Centro, em Uberlândia. Para participar, é necessário se inscrever pelo WhatsApp (34) 99276-6777, enviando mensagem para Alana Cabral, que passará as informações necessárias. Não há um prazo definido para término das inscrições, mas serão contempladas até 63 gestantes.

 

Política de uso: A reprodução de textos, fotografias e outros conteúdos publicados pela Diretoria de Comunicação Social da Universidade Federal de Uberlândia (Dirco/UFU) é livre; porém, solicitamos que seja(m) citado(s) o(s) autor(es) e o Portal Comunica UFU.

 

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2022. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal