Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

30/03/2022 - 17:29 - Atualizado em 13/04/2022 - 10:13
Hospital Odontológico celebra quatro décadas
Vinculada à UFU, unidade é referência em toda a região de Uberlândia, Triângulo Mineiro, Noroeste de Minas, Sudoeste Goiano e parte do Mato Grosso do Sul
Por: 
Portal Comunica
Por: 
Ítana Santos e Milena Félix

Na Universidade Federal de Uberlândia (UFU), o mês de março também é marcado pela comemoração de aniversário do Hospital Odontológico (HO/UFU). Este ano, no entanto, é mais que especial, pois o centro de saúde odontológica da UFU completa mais uma década. No dia 25, última sexta-feira, 40 anos se passaram desde a fundação do HO. O espaço é reconhecido como uma referência na área em todo o Brasil e presta serviços de baixa, média e alta complexidades.

De acordo com o diretor da unidade, Carlos Soares, ela nasceu como uma relação de prestação de saúde por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). “Esse hospital foi concebido com o propósito de ser, ao mesmo tempo, um hospital escola e também prestar serviço público, principalmente aquele de alta e média complexidade. Todo o serviço de alta complexidade da nossa região é feito no HO”, conta.

O Hospital Odontológico fica no Bairro Umuarama, ao lado do Hospital de Clínicas (HC/UFU), e está disponível para toda a comunidade, de maneira gratuita. Aliado ao SUS, o HO atende aqueles casos que são encaminhados pelas Unidades de Atendimento Primário e que não podem ser resolvidos por lá. Além disso, ele é o único do Brasil que possui um serviço de Pronto-Atendimento 24h, funcionando em todos os dias do ano. Todas as pessoas que estão em situação de urgência e emergência podem ser atendidas por lá. Ademais, graças às pesquisas desenvolvidas na UFU, o HO também atende aos serviços de alta complexidade para toda a macrorregião que cerca Uberlândia.

 

A história até aqui

Fotos: Alexandre Costa e Milton Santos

São quatro décadas de uma história marcada por muitos desafios, conquistas, prestação de serviço público de qualidade e, é claro, sorrisos. Foi por meio da Portaria F07/82, do então presidente da Fundação de Assistência, Ensino e Pesquisa de Uberlândia, professor Ataúlfo Marques Martins da Costa, foi criada, em 25 de março de 1982, a Unidade Hospitalar de Odontologia, que, posteriormente, de forma regimental no âmbito da UFU, passou a ser designada de Hospital Odontológico, sendo um órgão suplementar vinculado à Reitoria.

A história do HO começa alguns anos antes, em maio de 1980, com o início do mandato como reitor do professor Ataúlfo Marques que, durante a gestão, reativou os departamentos de Odontologia Social e Preventiva (Deoso) e de Odontologia Clínica e Restauradora (DeOCR), do então curso de Odontologia do Centro de Ciências Biomédicas da UFU. Este fato contribuiu para os avanços didático-pedagógicos do curso que, há quatro anos, já havia introduzido alterações curriculares com o objetivo de contemplar ações educativas, sociais e preventivas para deixar o currículo mais próximo das reais necessidades do Brasil, e também para a criação da unidade hospitalar.

Naquele mesmo ano, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), a Associação Brasileira de Ensino Odontológico (Abeno) e a Fundação Kellogg assinaram um acordo que visava a dar condições para as Escolas de Odontologia do país formarem cirurgiões-dentistas clínicos gerais com uma filosofia social e preventiva. Dentre os diversos cursos de Odontologia que apresentaram seus projetos, 16 foram selecionados. Entre eles, estava o da UFU, com o projeto “Implantação e Implementação Efetiva do Currículo Inovador do Curso de Odontologia”.

No decorrer da execução desse projeto, alguns professores do curso tiveram a oportunidade de visitar instituições nacionais e internacionais com o objetivo de conhecer novos sistemas de atenção em Odontologia e experiências inovadoras. Foi numa dessas visitas, especificamente na cidade do México, que conheceram uma estrutura odontológica hospitalar que se aproximava dos objetivos propostos pelo projeto da UFU. Com a implantação da Unidade Hospitalar de Odontologia, que posteriormente tornou-se Hospital Odontológico, o novo sistema conhecido e a adaptação às condições locais, foram ampliados os serviços já existentes, que eram a Clínica de Diagnóstico Estomatológico e as Clínicas Integradas para pacientes adultos e infanto-juvenis, e outros foram criados, destacando-se: as Unidades Didáticas Avançadas (UDAs), o Pronto-Socorro Odontológico (PSO), o Setor de Pacientes Especiais e o Setor de Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial.

 

O hospital em resultados

O HO atua em duas frentes, como já citado. A primeira é de atendimento à comunidade, em relação às demandas odontológicas encaminhadas pelo SUS, e também às necessidades recebidas no Pronto-Atendimento. A segunda é complementar a formação na Faculdade de Odontologia da UFU, tanto para os estudantes de graduação quanto os em nível de pós-graduação.

Socialmente falando, a importância do HO é expressa pela quantidade de pessoas bem atendidas, sem gasto algum, nas mais diversas necessidades. De acordo com Soares, as demandas de baixa complexidade atendidas pelo hospital são referentes à cidade de Uberlândia. Quando o assunto são os casos de média complexidade, o HO atende também toda a região do Triângulo Mineiro. Porém, os pacientes de alta complexidade de toda a região de Uberlândia, Triângulo Mineiro, Noroeste de Minas, Sudoeste de Goiás e de parte do Mato Grosso do Sul são encaminhadas para o centro de referência.

O caso da engenheira civil Camila Formaggio de Lima, de 30 anos, foi atendido pelo HO. A paciente possui a gengiva exposta e, por isso, precisa de uma cirurgia de enxerto. Já é a segunda vez que ela necessita desse procedimento. Da primeira vez, precisou pagar pelo serviço, tendo que desembolsar R$ 500,00. No último dia 29 de março, Camila compareceu ao HO para realizar uma limpeza, em preparação para a cirurgia, que está marcada para a próxima semana. De acordo com a engenheira, é positivo ser atendido por alunos. “Eu acho muito bonito contribuir. Se eu fosse ser atendida só por aluno, eu teria medo, mas uma dentista formada acompanha tudo. Fui muito bem atendida e foi super rápido”, relatou.

Além disso, o HO tem um papel decisivo na formação dos alunos do curso de Odontologia da UFU. Desde que ingressam no curso, eles já transitam pelo hospital, realizando Iniciações Científicas, projetos de extensão e outras atividades. É a partir do quarto período que eles começam a atender na clínica. Dali em diante, a carga horária vai aumentando. De acordo com o diretor da Faculdade de Odontologia, professor Sérgio Vitorino Cardoso, o espaço é muito relevante para uma formação de qualidade. “O treinamento clínico é de absoluta importância para a formação do estudante de Odontologia. Além da importância em termos de carga horária, o aluno de graduação atua em diversos cenários do HO, como clínicas integradas, cirúrgicas, infantil, geriátrica e especializadas, o que é muito positivo para a formação integral e integrada do futuro profissional cirurgião-dentista”, enfatizou.

Luísa de Oliveira Fernandes está cursando o 9º período de Odontologia e atua dentro do HO. Ela informa que a maior parte de sua graduação foi dentro do hospital, o que garantiu uma verdadeira noção do ritmo de trabalho no mercado profissional. “É uma oportunidade imensa, pois contamos com uma ampla experiência em diversas áreas que a maioria das faculdades da cidade não proporciona. Temos uma vasta quantidade de pacientes e, consequentemente, diversidade nas áreas de atuação”, comentou.

 

Perspectivas para o futuro

No entendimento do atual diretor do HO, neste momento de comemoração, é importante olhar para o futuro. Até recentemente, a unidade era vinculada diretamente ao Hospital de Clínicas da UFU e à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). Agora, o HO está fazendo uma transição para se ligar diretamente ao SUS. A partir disso, prevê-se uma maior autonomia para contribuir cada vez mais com a saúde bucal da sociedade. “Precisamos olhar para os próximos 40 anos. Nós estamos num momento muito importante, de um pacto com o SUS, para podermos continuar prestando o nosso serviço com qualidade, na formação dos nossos alunos e na saúde da população”, finalizou Carlos Soares.

 

Política de uso: A reprodução de textos, fotografias e outros conteúdos publicados pela Diretoria de Comunicação Social da Universidade Federal de Uberlândia (Dirco/UFU) é livre; porém, solicitamos que seja(m) citado(s) o(s) autor(es) e o Portal Comunica UFU.

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2022. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal