Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

11/07/2022 - 08:53 - Atualizado em 12/07/2022 - 14:42
UFU investiga como melhorar o tratamento de esgoto doméstico
Projeto propõe alternativas tecnológicas para desinfecção de efluentes
Por: 
Laura Justino

 

O tratamento de esgoto consiste na remoção de poluentes. (Foto: Freepik)

Pesticidas, fármacos, itens de higiene pessoal e produtos cosméticos são exemplos dos contaminantes de preocupação emergente (CPE), presentes em estações de tratamento de esgoto, que podem desencadear efeitos danosos em humanos e animais.

O Laboratório de Química Ambiental (LaQAmb), do Instituto de Química da Universidade Federal de Uberlândia (IQ/UFU), está envolvido em um projeto que tem o objetivo de ajudar na desinfecção e degradação máxima de CPE do esgoto doméstico. Isso auxilia a preservação do meio ambiente e a saúde dos seres vivos. 

Uma etapa complementar ao tratamento de esgoto, que envolve a ação da radiação e de diferentes agentes oxidantes, está sendo avaliada pelo LaQAmb, coordenado por Alam Gustavo Trovó, professor do Instituto de Química (IQ/UFU).

De acordo com o professor, a identificação dos riscos e dos impactos ambientais provocados pelos CPE possibilita escolher o oxidante mais adequado para a remediação ambiental, termo utilizado para designar um conjunto de técnicas que tem a finalidade de anular os efeitos nocivos de elementos tóxicos. 

O LaQAmb pretende auxiliar os gestores públicos na atualização e aperfeiçoamento no tratamento de efluente de esgoto e oferecer alternativas tecnológicas para que o processo apresente baixa toxicidade. “Isso contribui para a conservação de compartimentos aquáticos e reuso da água em outras atividades, como irrigação agrícola”, explica Trovó.

Os resultados gerados a partir desse estudo serão compartilhados pelo LaQAmb por meio da elaboração de relatórios científicos, apresentação de trabalhos em congressos e artigos publicados em revistas da área. 

 

Produtividade em Pesquisa

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) divulgou, em fevereiro de 2022, o resultado final referente às Bolsas de Produtividade em Pesquisa (PQ). Trovó está entre os 63 pesquisadores aprovados da UFU, de diferentes áreas do conhecimento.

O objetivo das bolsas é valorizar pesquisadores que possuam produção científica, tecnológica e de inovação de destaque, incentivando o aumento dessas produções. 

 

Política de uso: A reprodução de textos, fotografias e outros conteúdos publicados pela Diretoria de Comunicação Social da Universidade Federal de Uberlândia (Dirco/UFU) é livre; porém, solicitamos que seja(m) citado(s) o(s) autor(es) e o Portal Comunica UFU.

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2022. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal