Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

16/09/2022 - 11:47 - Atualizado em 21/09/2022 - 16:16
Pesquisa da UFU fica em 1º lugar em um dos prêmios mais importantes da Odontologia
Outros três trabalhos ficaram entre os melhores na 39ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa em Odontologia
Por: 
Marco Cavalcanti

Deborah Alves, Sabino-Silva e Marcelo Garcia Júnior, entre representantes da SBPqO. (Foto: Acervo do pesquisador)

A pesquisa do doutorando Marcelo Garcia Junior, com supervisão do professor Robinson Sabino-Silva, pelo Programa de Pós-Graduação em Odontologia (PPGO) da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), ficou em 1º lugar no maior prêmio da Odontologia brasileira, o Prêmio IADR Unilever Hatton Competition and Awards.

O estudo apresenta como destaque o aspecto inovador da seleção de peptídeos (um tipo de molécula) da saliva que bloqueiam a infecção pelo coronavírus.

A premiação ocorreu durante a 39ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa em Odontologia (SBPqO), realizada de 7 a 10 de setembro, na Expo D. Pedro, em Campinas, interior de São Paulo. No evento, foram apresentados 3.163 trabalhos — 118 deles receberam premiação.

Com a 1ª colocação, Garcia Júnior receberá auxílio para participar e apresentar o trabalho na 101th IADR General Session & Exhibition, em Bogotá, Colômbia, em junho de 2023. O evento é promovido pela Associação Internacional de Pesquisa Odontológica (International Association for Dental Research, a IADR).

Intitulado “Targeted salivary peptides strategies against SARS-CoV-2 cell entry: a molecular docking driven screening and in vitro study” (Peptídeos salivares como estratégia direcionada contra a entrada do SARS-CoV-2 em células: uma triagem baseada em docking molecular e estudo in vitro), o projeto teve a colaboração dos cientistas Victória Riquena Grosche, Lucas Sousa Palmeira, Catherine Morais Teles, Fernando Rodrigues Goulart Bergamini, Bruno Silva Andrade e Ana Carolina Gomes Jardim.

Garcia Júnior destaca que vencer o IADR Unilever Hatton Divisional Award significa a valorização e o reconhecimento da atuação multidisciplinar e multiprofissional que foi necessária para que os envolvidos realizassem a pesquisa.

“É uma honra ser o primeiro a trazer esse prêmio para a Universidade Federal de Uberlândia e para o Programa de Pós-Graduação em Odontologia da UFU. Me sinto muito grato em ser parte da nossa instituição e espero que esse seja o primeiro de muitos prêmios que virão”, afirma o doutorando.

Além de Garcia Júnior, outros três pesquisadores da UFU foram contemplados durante a 39ª SBPqO. Elisa Borges Taveira, discente da graduação em Odontologia (com orientação no PPGO), ficou em 1º lugar no Prêmio Myaki Issao – área 3 (melhor trabalho de Iniciação Científica).

Integrantes do Grupo de Inovação em Diagnóstico Salivar e Nanobiotecnologia. (Foto: Acervo do pesquisador)

Ela concorreu com a pesquisa “Desenvolvimento de plataforma fotônica sustentável e sem utilização de reagentes para detecção da proteína Spike do SARS-CoV-2 pela saliva”. Como co-autores, participaram Marco Fidel Guevara Vega, Igor Andrade Santos, Douglas Carvalho Caixeta, Victória Riquena Grosche, Murillo Guimarães Carneiro, Ana Carolina Gomes Jardim e Robinson Sabino-Silva.

“Tenho uma sensação de reconhecimento, valorização e possibilidades de contribuição para a Ciência com impactos significativos para a sociedade”, declara Taveira.

Deborah Teixeira Alves, mestranda do PPGO, obteve o 2º lugar na categoria Painel de Pesquisa Dentro da Indústria. Ela concorreu com o trabalho“Espectroscopia ATR-FTIR salivar associada com inteligência artificial para detecção do Diabetes Mellitus tipo 2”, desenvolvido em parceria público-privada entre a UFU e a ImunoScan. Foued Salmen Espindola, Douglas Carvalho Caixeta, Murillo Guimarães Carneiro, Ricardo Rodrigues e Robinson Sabino-Silva também colaboraram com o trabalho.

“O trabalho em equipe foi ponto-chave para essa importante conquista do Grupo de Inovação em Diagnóstico Salivar e Nanobiotecnologia. Me sinto muito honrada por fazer parte dessa equipe e feliz pelo reconhecimento do nosso trabalho tão relevante para a sociedade”, diz Alves.

Robinson Sabino-Silva, docente do PPGO e coordenador do Grupo de Inovação em Diagnóstico Salivar e Nanobiotecnologia da UFU, liderou o projeto de pesquisa “SalivaPep-Dock: Plataforma de alto-rendimento para seleção de peptídeos antimicrobianos baseados na saliva contra Streptococcus mutans”. O estudo ficou em 2º lugar no Prêmio Colgate Odontologia Preventiva. Deborah Cristina Teixeira Alves, Carlos Henrique Gomes Martins, Murillo Guimarães Carneiro e Bruno Silva Andrade são os co-autores.

Sabino-Silva, que também é docente nos programas de Pós-Graduação em Imunologia e Parasitologia Aplicadas (PPIPA) e de Ciências da Saúde (PPCSA), destaca a importância dos prêmios para os discentes do grupo de pesquisa e inovação.

“Fico muito feliz pelo reconhecimento ao trabalho do Grupo de Inovação em Diagnóstico Salivar e Nanobiotecnologia, de laboratórios parceiros nestas pesquisas e, principalmente, pelos alunos, por terem seus trabalhos reconhecidos em um congresso tão importante na área de Odontologia”, afirma o professor.

 

Política de uso: A reprodução de textos, fotografias e outros conteúdos publicados pela Diretoria de Comunicação Social da Universidade Federal de Uberlândia (Dirco/UFU) é livre; porém, solicitamos que seja(m) citado(s) o(s) autor(es) e o Portal Comunica UFU.

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2022. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal