Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

24/11/2022 - 14:04 - Atualizado em 27/11/2022 - 13:22
Incubadora da UFU recebe certificação de qualidade em geração de empreendimentos
Processo que conta com o apoio do Sebrae fortalece o ecossistema de inovação e empreendedorismo
Por: 
Marco Cavalcanti

O Centro de Incubação de Atividades Empreendedoras (Ciaem), incubadora de empresas vinculada à Diretoria de Inovação e Transferência de Tecnologia da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), recebeu na tarde desta quarta-feira, 23/11, a certificação Cerne 1. O documento atesta a padronização da incubadora na geração de novos empreendimentos.

Esse modelo de certificação foi desenvolvido pela Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec) com o apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

A Anprotec reúne mais de 300 associados, entre incubadoras de empresas, parques tecnológicos, aceleradoras, instituições de ensino e pesquisa, órgãos públicos e outras entidades ligadas ao empreendedorismo e à inovação.

 

Banca de efetividade para certificação com participantes do Ciaem/UFU. (Imagem: Reprodução/Ciaem)

Para conquistar a certificação, o Ciaem passou, em outubro deste ano, por uma pré-auditoria, parte integrante do Programa Habitats de Inovação. O programa é uma parceria da Rede Mineira de Inovação (RMI) e o Sebrae Minas, e visa fortalecer o ecossistema mineiro de inovação e empreendedorismo.

“Essa é uma conquista importante para o Ciaem, agora somos Cerne 1. Nosso foco é gerar um número maior de empreendimentos de sucesso. Foi um trabalho a muitas mãos, com dedicação de toda a equipe da incubadora. Agradecemos o apoio do Sebrae Minas e da RMI. Eles também foram essenciais nesse processo”, destacou Manuela Botrel, coordenadora de Gestão do Ciaem.

Thiago Paluma, diretor da Diretoria de Inovação e Transferência de Tecnologia da UFU, também destacou o trabalho coletivo. “Depois das melhorias alcançadas na infraestrutura física, esse era um objetivo da direção do Ciaem: buscar a Certificação Cerne 1. Toda a equipe se empenhou muito, e acreditamos que com essa modelagem poderemos acelerar com mais efetividade o ecossistema de empreendimentos em Uberlândia e região”, afirmou.

O pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Carlos Henrique de Carvalho, afirmou que a Propp fica muito satisfeita com o resultado: “É uma conquista de um trabalho intenso da equipe nos últimos meses. Destacamos a importância dessa certificação para gerar cada vez mais impacto e resultados positivos para o Ciaem."

A certificação é dividida em quatro níveis de maturidade de acordo com a função da complexidade e dos processos implantados. A primeira (Cerne 1), é concedida a uma instituição que atingiu a maturidade em prospectar e selecionar boas ideias e transformá-las em negócios. A seguinte é concedida quando se atinge a gestão efetiva do ambiente de inovação como uma organização (Cerne 2). Está apta a receber a Cerne 3 quando se estabelece uma rede de parceiros. O último nível (Cerne 4) atesta a consolidação do sistema de gestão da inovação.

 

Política de uso: A reprodução de textos, fotografias e outros conteúdos publicados pela Diretoria de Comunicação Social da Universidade Federal de Uberlândia (Dirco/UFU) é livre; porém, solicitamos que seja(m) citado(s) o(s) autor(es) e o Portal Comunica UFU.

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2022. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal