Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

20/12/2021 - 12:23 - Atualizado em 22/12/2021 - 12:59
Cepes revela aumento nos preços de 17 produtos da ceia de Natal em Uberlândia
Uva e farofa pronta foram os únicos itens com variações negativas; peru e tender tiveram os maiores aumentos
Por: 
Henrique Rodrigues

 

Peru (inteiro/congelado/temperado/tradicional) teve variação de 30,46% (Foto: Freepik)

 

Centro de Estudos, Pesquisas e Projetos Econômico-Sociais (Cepes) da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) apresentou, nesta terça-feira (21), a variação anual dos preços dos produtos da ceia de Natal de 2021. De acordo com dados coletados na segunda semana do mês de dezembro, foi feita uma comparação entre os valores deste ano com os do anterior, para informar a população sobre a referência média dos gastos com a alimentação durante a data comemorativa.

A lista de produtos considerados tradicionais pelo Cepes que são consumidos no Natal inclui: azeites, caixas de bombons, carnes congeladas, conservas, farofas prontas, frutas em calda, frutas frescas, frutas secas, vinhos, espumantes/champanhe, sidras e outras bebidas gaseificadas, todos de marcas e pesos distintos.

De acordo com a pesquisa, 17 dos 19 produtos da ceia tiveram aumento médio dos preços. Em primeiro lugar ficou o peru (inteiro/congelado/temperado/tradicional), com variação de 30,46%, seguido do tender (presunto cozido/tenro/defumado/desossado), 27,50%, e as azeitonas verdes (inteiras/com caroço), 22,80%.

Sobre as bebidas, a que mais encareceu foi o espumante/champanhe de 660ml, com variação de 12,58%. E ocupando a segunda e a terceira posição, ficou o vinho tinto suave, nas capacidades de 1 litro (8,30%) e de 750ml (5,75%), respectivamente.

O tradicional panetone (com frutas) de 400 gramas saltou de R$ 11,63 (2020) para R$ 13,66 (2021), enquanto o de 500 gramas aumentou de R$ 18,85 para R$ 20,97, ou seja, o de menor quantidade teve variação positiva de 17,48% e o de maior, 11,25%. 

Também em destaque na pesquisa estão as oleaginosas/frutas secas. O quilograma das nozes (sem casca) sofreu a variação de 17,89%, o que significa que deixou de custar R$ 143,26 em 2020 para valer R$ 168,89 em 2021.

Em relação às quedas, apenas dois itens tiveram variações negativas, quando observado o que custavam no mesmo período de 2020. A farofa pronta (farinha de mandioca temperada/tradicional) teve a variação de -10,56%, o que representou a maior redução dentre todos os produtos analisados pelo Cepes, e a uva (fruta fresca), em segundo lugar, com variação de -3,36%.

Pesquisa das variações dos produtos da ceia de Natal começou a ser realizada a partir de 2018. Fonte: CEPES, 2020-2021. Elaboração CEPES/IERI/UFU.

O Cepes ressalta que os resultados obtidos são referentes aos dias em que a coleta foi realizada e que os preços praticados após a divulgação da pesquisa podem ter sido alteradom pelos estabelecimentos, a partir da implementação de descontos e promoções, por exemplo. Além disso, nenhum desses lugares consultados têm seus nomes divulgados, assim como os preços dos produtos em cada um e suas respectivas marcas. 

Para mais informações, acesse a pesquisa completa na página do Cepes.

 

 

Política de uso: A reprodução de textos, fotografias e outros conteúdos publicados pela Diretoria de Comunicação Social da Universidade Federal de Uberlândia (Dirco/UFU) é livre; porém, solicitamos que seja(m) citado(s) o(s) autor(es) e o Portal Comunica UFU.

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2022. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal