Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

21/11/2022 - 18:23 - Atualizado em 29/11/2022 - 18:03
Olívia Calábria é homenageada em exposição na Reitoria da UFU
Com início nesta terça-feira, 29 de novembro, mostra 'Modernidade, Modernismos e Engajamento' retrata a trajetória desta mulher que foi protagonista do seu tempo
Por: 
Eliane Moreira

“Temos a modernidade uberlandense personificada em uma mulher, o que por si só já seria digno de nota, que, para além de sua condição de gênero, procurou atuar pelo bem comum segundo seus sonhos e crenças. Nunca se casou. Manteve, entretanto, um forte laço afetivo com seus familiares, especialmente com sua mãe, para quem dedicou um enternecido manuscrito de mais de cem páginas lamentando a partida da figura materna”. (Thiago Lenine, curador da exposição)

Montagem: Jean lorran

"Olívia Calábria: Modernidade, Modernismos e Engajamento” é o nome da exposição que será aberta nesta terça-feira, 29 de novembro, às 9h, no saguão da Reitoria da Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

A mostra faz parte das atividades que compõem o quadro cultural das comemorações do Centenário da Semana de Arte Moderna de 1922, promovido pela Diretoria de Cultura (Dicult), da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proexc/UFU). A exposição contém registros pessoais do acervo de Olívia Calábria que está abrigado no Centro de Documentação e Pesquisa em História da Universidade Federal de Uberlândia (CDHIS/UFU) - localizado no Bloco 1Q do Campus Santa Mônica.

De acordo com o professor Thiago Lenine, coordenador do CDHIS e curador da mostra, “ao retomarmos o ano de 1922 como marco da Semana de Arte Moderna, mas também da criação do Partido Comunista Brasileiro (PCB) e do primeiro Centenário da Independência, pensamos nos significados que os termos 'moderno', 'modernismo' e 'independência' agregam não só às análises acadêmicas, mas ao imaginário comum em torno de tais palavras”. Desta forma, ainda segundo Lenine, “Olívia se destaca como mulher protagonista de sua trajetória iniciada na ainda pequena Uberlândia do início do século XX e que viveu intensamente esta cidade até o início do século XXI”.

Em 1985, discursando numa festa do PCB. (Foto: Acervo acervo do Centro de Documentação e Pesquisa em História da Universidade Federal de Uberlândia)

A exposição terá 12 painéis que tratam de forma breve a história de Olívia Calábria. Defensora dos direitos das mulheres, militante comunista, filha de imigrantes italianos, ela nasceu em São Paulo e, em 1914, veio para Uberlândia ainda criança. “Foi uma militante de seus engajamentos, sonhos e utopias. O primeiro deles era da emancipação das mulheres, algo recorrente em suas dezenas de manuscritos”, explica Lenine. O curador comenta que a homenageada não publicou obras e “sua escrita é dispersa, fragmentada em dezenas de cadernos, livros de contas, versos de panfletos políticos, papéis avulsos, cartas e cartões postais que podem ser apreciados nesta exposição, tanto em seu conteúdo quanto em sua reprodução visual”.

Questionado sobre a atuação política desta personalidade marcante na história do PCB, Thiago Lenine resume da seguinte forma: “Participou ativamente desde os anos 1940 como militante, palestrante, integrante de comitivas internacionais, como quando visitara a antiga União Soviética, e se engajou pela sua legalização na redemocratização do país nos anos 1980”.

A mostra traz, ainda, detalhes de viagens que Olívia Calábria - falecida em 2004 - fez, cartões-postais e manuscritos. Todas estas peças poderão ser apreciadas no saguão da Reitoria até 15 de janeiro de 2023.

 

Política de uso: A reprodução de textos, fotografias e outros conteúdos publicados pela Diretoria de Comunicação Social da Universidade Federal de Uberlândia (Dirco/UFU) é livre; porém, solicitamos que seja(m) citado(s) o(s) autor(es) e o Portal Comunica UFU.

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2022. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal