Pular para o conteúdo principal
Prêmios

Veterinária UFU recebe prêmios em congresso nacional

Pesquisas do grupo NefroUroVet conquistam primeiro e segundo lugares no ‘Vet em Foco’

Publicado em 14/05/2024 às 12:14 - Atualizado em 14/05/2024 às 17:48

Para Crivellenti, orientador dos estudos, o reconhecimento traz ainda mais oportunidades ao grupo da UFU. (Foto: arquivo pessoal)

O Grupo de Nefrologia e Urologia (NefroUroVet ), da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Federal de Uberlândia (Famev/UFU), recebeu dois prêmios no Congresso Vet em Foco, sediado em Campinas (SP). A terceira edição do evento, responsável pelo incentivo de pesquisas e interações entre pesquisadores de todas as áreas da Medicina Veterinária, ocorreu entre os dias 23 e 25 de abril.

A seleção dos trabalhos que concorreram a premiação aconteceu em três etapas: “Primeiro, fomos examinados por uma comissão da organização. Depois de aceito, apresentamos um banner que foi avaliado por uma equipe de professores jurados. Os cinco melhores trabalhos da mostra passaram para a última fase e precisavam fazer uma apresentação oral. Só de chegar a essa última fase, já era uma vitória”, afirma Yury Carantino Costa Andrade, pesquisador do NefroUroVet. 

A pesquisa de Andrade, “Síndrome de Fanconi associada ao uso de clorambucil”, foi a segunda colocada na categoria destinada a relatos de casos e também a trabalhos iniciantes. O relato, sob orientação de Leandro Crivellenti, coordenador do grupo, foi sobre a identificação, diagnóstico, acompanhamento e tratamento de uma enfermidade rara em um paciente do Hospital Veterinário (HV/UFU). “Tirar o segundo lugar foi uma felicidade imensa. Fiquei muito feliz pelo grupo, por mim e pelo caso. Essa é a importância da nefrologia”, reflete Andrade. 

Outro trabalho que conquistou premiação no congresso foi “Qual a melhor agulha e sua trajetória para biópsia renal em gatos?”, de Maria Eduarda Raffaini de Oliveira Cunha, também pesquisadora no grupo. Cunha recebeu o primeiro lugar na categoria destinada a trabalhos científicos e de pós-graduação, com o projeto sobre a padronização de uma técnica em biópsia renal, que é a retirada de um fragmento de alguma parte do corpo. 

A pesquisa, direcionada a gatos domésticos, avalia o melhor local de coleta para contagem glomerular, em que se busca estimar a quantidade de sangue filtrado pelos rins e também auxilia na investigação de doenças renais. “Foi avaliado que a agulha de 16 gauges, ou calibre, em determinada angulação da região lateral dos rins dos felinos, é o melhor local de coleta para que a gente tenha uma amostra de boa qualidade, com uma quantidade de glomérulos suficientes para identificar não só as patologias renais, mas que também peguem uma menor quantidade de vasos sanguíneos, diminuindo os riscos de complicações”, explica a pesquisadora. 

Para Cunha, a premiação foi recebida com muito orgulho e gratidão. “Foi uma surpresa muito boa. Foi algo que o professor Leandro Crivellenti também não esperava e que, na verdade, todos nós ganhamos: como grupo de pesquisa, como universidade, com a ciência e com o conhecimento”, finaliza. Os trabalhos seguem para publicação na revista Medicina Veterinária em Foco, periódico que veicula as pesquisas vencedoras do congresso. 

 

Nefrologia e Urologia na Veterinária 

Na Medicina Veterinária, a nefrologia e urologia são campos importantes que tratam, respectivamente, da saúde dos rins e do sistema urinário; e da saúde genital masculina de cães e gatos. O grupo de pesquisa da UFU que atua nesta área se dedica a identificar, tratar e estudar essas enfermidades. As doenças renais nesses animais são semelhantes às humanas e os primeiros sinais costumam apresentar-se de maneira branda, o que gera um atraso no diagnóstico precoce. Queda e ressecamento dos pelos, falta de apetite, apatia e alto consumo de água costumam indicar alguma alteração no sistema urinário e renal do animal.

As doenças renais atingem várias raças de gatos e cachorros, sendo recorrentes em raças de cães, como o Shih-Tzu, e em felinos, como os Persas, principalmente a partir dos seis anos. A doença renal crônica (DRP), a mais comum entre cães e gatos, é a perda progressiva da função renal e o ideal é realizar checagens semestrais em animais de grande porte e anuais em animais de pequeno porte para identificar possíveis indícios de doenças renais e/ou urológicas. Você pode saber mais sobre o grupo no Instagram @NefroUroVet_UFU.

 

Política de uso: A reprodução de textos, fotografias e outros conteúdos publicados pela Diretoria de Comunicação Social da Universidade Federal de Uberlândia (Dirco/UFU) é livre; porém, solicitamos que seja(m) citado(s) o(s) autor(es) e o Portal Comunica UFU.

 

Palavras-chave: #Ciência veterinária Nefrologia Urologia

A11y