Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

08/03/2022 - 12:58 - Atualizado em 09/03/2022 - 14:23
Quem são as pesquisadoras inovadoras da UFU?
No 'Dia Internacional da Mulher', universidade destaca cientistas
Por: 
Marco Cavalcanti

Foram considerados os depósitos de pedido de patente feitos por meio da Agência Intelecto (imagem: Ludimila Marques)

No "Dia Internacional da Mulher" (8 de março), a Universidade Federal de Uberlândia (UFU) destaca algumas pesquisadoras em atividade na instituição. Essas cientistas, a partir de suas pesquisas, inovaram em diversas áreas do conhecimento.

Foram considerados os depósitos de pedido de patente feitos por meio da Agência Intelecto, órgão responsável pela implementação e manutenção da política de estímulo à inovação e à proteção ao conhecimento gerado na UFU.

Em um levantamento realizado pela agência, a participação das mulheres (técnicas administrativas e docentes) nos depósitos de patentes entre 2010 e 2020 na universidade foi de 30% do total de pedidos.

Mais que um agradecimento, a iniciativa é uma das formas que a UFU encontra de valorizar e incentivar a inserção da mulher na produção científica, tecnológica e inovadora. E essa participação é imprescindível para o desenvolvimento de toda a sociedade!

 

Pesquisadoras com pedidos de registros de patentes na Agência Intelecto até 2021:

Ana Carolina Silva Siquieroli, do Instituto de Biotecnologia. (Foto: Arquivo da pesquisadora)

Ana Carolina Silva Siquieroli - Instituto de Biotecnologia (IBTEC) - desenvolve projetos que buscam a aplicação das técnicas de biotecnologia na agricultura para o melhoramento genético visando à obtenção de linhagens de hortaliças biofortificadas, como marcadores moleculares e bioquímicos para a seleção assistida de plantas, quantificação de pigmentos vegetais associados à fenotipagem por imagem, ferramentas para o controle biológico de pragas e doenças, além da análise da microbiota do solo associada a conservação de recursos naturais.

Ana Graci Brito Madurro - Instituto de Biotecnologia (IBTEC) - possui experiência na área de Biotecnologia, Nanotecnologia e Bioquímica, com ênfase no desenvolvimento de biossensores para detecção de doenças humanas, físico-química de proteínas e biologia molecular de microorganismos, atuando principalmente nos seguintes temas: biossensores, bioquímica e biologia molecular.

Ana Maria Bonetti, do Instituto de Biotecnologia. (Foto: Arquivo da pesquisadora)

Ana Maria Bonetti - Instituto de Biotecnologia (IBTEC) - tem experiência na área de Genética, com ênfase em Genética Animal, desenvolvendo pesquisa, principalmente, nos seguintes temas: expressão gênica em eucariotos, genética da determinação de castas em Melipona (Hymenoptera, Apidae), biologia e genética de apídeos.

Anna Monteiro Correia Lima Ribeiro - Faculdade de Medicina Veterinária (Famev) - tem atuado na área de Medicina Veterinária, com ênfase em Medicina Veterinária Preventiva, principalmente nos seguintes temas: doenças bacterianas dos animais domésticos, brucelose, tuberculose, leptospirose, mastite, bactérias que produzem biofilmes; P.O.A.; ambiência e bem-estar animal. Diagnóstico de doenças dos animais de produção e zoonoses.

Belchiolina Beatriz Fonseca - Faculdade de Medicina Veterinária (Famev) - vem desenvolvendo pesquisas a respeito do uso de embriões de aves como modelo animal. Atua principalmente nos seguintes temas: Campylobacter, APEC, Salmonella, Erysipelothrix sp strain 2, nanobiotecnologia, doença de aves de produção e uso de embriões de galinhas como modelo experimental para fármacos e infecção.

Carla Cristine Neves Mamede, do Instituto de Ciências Agrárias. (Foto: Arquivo da pesquisadora)

Carla Cristine Neves Mamede - Instituto de Ciências Agrárias (Iciag) - atualmente é professora do Departamento de Biofísica. Tem experiência nas áreas de Biofísica, Bioquímica, Biologia Celular e Tecidual e Toxinologia.

Cristina Palmer Barros - Faculdade de Medicina Veterinária (Famev) - como áreas de interesse na Gastroenterologia Pediátrica, desenvolve pesquisas em Alergia alimentar, Esofagite Eosinofílica e Doença do refluxo gastroesofágico.

Daise Aparecida Rossi - Faculdade de Medicina Veterinária (Famev) - tem experiência na área de Microbiologia Veterinária, com ênfase em Microbiologia de Alimentos, Zoonoses bacterianas, Epidemiologia de zoonoses transmitidas pelos alimentos e Segurança alimentar, atuando principalmente nos seguintes temas: Campylobacter e Salmonella na cadeia de produção avícola, diagnóstico molecular de zoonoses bacterianas.

Gina Maira Barbosa de Oliveira - Faculdade de Computação (Facom) - tem experiência na área de Ciência da Computação, atuando principalmente nos seguintes temas: algoritmos genéticos, autômatos celulares, computação evolutiva, computação bio-inspirada, robótica bio-inspirada e inteligência artificial.

Enyara Rezende Morais - Instituto de Biotecnologia (IBTEC) - tem experiência nas áreas de Bioquímica, Biologia Molecular, Parasitologia e Genética Molecular de Microrganismos.

Fabiana Regina Xavier Batista - Faculdade de Engenharia Química (Fequi) - tem experiência na área de Engenharia Química, com ênfase em Biotecnologia, atuando principalmente nos seguintes temas: (1) Produção de biocombustíveis através do uso de rota biológica (foto-fermentação e fermentação escura); (2) Microalgas aplicadas ao tratamento de efluentes; (3) Avaliação das propriedades ópticas do leite como método para detecção de adulteração.

Gabriela Lima Menegaz - Faculdade de Administração, Ciências Contábeis, Engenharia de Produção e Serviço Social (Faces) - tem experiência na área de Engenharia Mecânica, com ênfase em Engenharia Biomecânica, Mecânica dos Sólidos e Vibrações, atuando e desenvolvendo projetos para a detecção precoce de câncer de mama baseados em impedância eletromecânica e impedância térmica e projetos de Tecnologia Assistiva.

Isabela Maria Bernardes Goulart - Faculdade de Medicina (Famed) - atua na área de Medicina, na especialidade Dermatologia, Hansenologia e Saúde Coletiva. Realiza pesquisas operacionais em saúde pública e pesquisas básicas aplicadas na área de Microbiologia, Biologia Molecular e Nanotecnologia, em um processo permanente de proposição de uma pesquisa translacional, unindo as descobertas das ciências básicas com o amplo território da investigação clínica e terapêutica, na tentativa de traduzir esses resultados em modificações da prática clínica e em melhorias das políticas públicas relacionadas à hanseníase.

Karinne Spirandelli Carvalho Naves - Instituto de Ciências Biomédicas (Icbim) - graduada em Odontologia pela UFU (2000) e doutora em Imunologia e Parasitologia Aplicadas pela UFU (2011), área de concentração: Microbiologia. Atualmente é professora da disciplina de Microbiologia da UFU.

Kelly Aparecida Geraldo Yoneyama Tudini - Instituto de Biotecnologia (IBTEC) - tem experiência na área de Bioquímica e Biologia Molecular, com ênfase em Bioquímica de microrganismos, atuando principalmente nos seguintes temas: Bioquímica e Biologia de protozoários Leishmania, interação parasita-hospedeiro, ação anti-Leishmania e anti-tumoral de toxinas ofídicas e complexos metálicos.

Leticia de Souza Castro Filice - Faculdade de Medicina (Famed) - tem experiência na área de Morfologia, com ênfase em Histologia, atuando principalmente nos seguintes temas: Odontogênese, tecido ósseo, cultura de células, placenta, toxoplasmose congênita, nanobiotecnologia e células-tronco mesenquimais.

Luciana Machado Bastos - Instituto de Biotecnologia (IBTEC) - é contratada em regime ativo permanente, como Técnico de Nível Superior no cargo de farmacêutica na UFU, sendo lotada no Laboratório de Nanobiotecnologia pertencente ao Instituto de Genética e Bioquímica da UFU.

Leila Aparecida de Castro Motta - Faculdade de Engenharia Civil (Feciv) - tem experiência na área de Construção Civil, com ênfase em Materiais e Componentes de Construção, atuando principalmente no uso de fibras vegetais para reforço em compósitos cimentícios e poliméricos e utilização de resíduos para a produção de materiais de construção novos e/ou modificados.

Miriam Maria de Resende - Faculdade de Engenharia Química (Fequi) - professora titular da Faculdade de Engenharia Química da UFU. Tem experiência na área de Engenharia Química, com ênfase em Processos Bioquímicos e Tratamentos de Resíduos.

Nilvanira Donizete Tebaldi - Instituto de Ciências Agrárias (Iciag) - tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Fitopatologia/Bacteriologia. Atualmente é professora associada e coordenadora do Laboratório de Bacteriologia de Plantas, atuando na área de Bacteriologia Vegetal.

Paula Cristina Batista de Faria - Instituto de Biotecnologia (IBTEC) - atua como pesquisadora colaboradora no Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Teranóstica e Nanobiotecnologia. Coordenadora local do festival de divulgação científica Pint of Science. Tem experiência nas áreas de Biologia Molecular e Nanobiotecnologia, com aplicações para a saúde humana e animal.

Renata Graciele Zanon - Instituto de Ciências Biomédicas (Icbim) - desenvolve pesquisa na área de Neurociência, na linha de plasticidade e reparo do sistema nervoso. Vinculada ao Programa de Pós-graduação em Biologia Celular e Estrutural Aplicadas do Icbim. É membro da Sociedade Brasileira de Neurociências e Comportamento (Sbnec) e da Sociedade Americana de Neurociência (SfN, society for neuroscience).

Renata Santos Rodrigues, do Instituto de Biotecnologia. (Foto: Arquivo da pesquisadora)

Renata Santos Rodrigues - Instituto de Biotecnologia (IBTEC) - atua nas áreas de Química de Proteínas (purificação, análise estrutural e funcional), Biologia Molecular (clonagem, expressão em pichia pastoris) e análises transcriptômicas e proteômicas de peçonhas de serpentes e formigas do cerrado.

Rosana Maria Nascimento de Assunção - Instituto de Ciências Exatas e Naturais do Pontal (Icenp) - desenvolve projetos relacionados à modificação química de polímeros obtidos de fontes lignocelulósicas e polímeros sintéticos visando o desenvolvimento de materiais para várias aplicações, como filmes/membranas poliméricas, matrizes para liberação controlada de espécies bioativas e suporte/catalisadores para produção de ésteres metílicos.

Terezinha Aparecida Teixeira - Instituto de Biotecnologia (IBTEC) - tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Fitotecnia. Atuando principalmente nos seguintes temas:análise genética, Coffea, café, mapa de ligação, marcadores moleculares e dissimilaridade genética.

Thaise Gonçalves de Araújo - Instituto de Biotecnologia (IBTEC) - coordena o Laboratório de Genética e Biotecnologia (GBio) e lidera grupo de pesquisa nas seguintes áreas: oncologia molecular, phage display no mapeamento de peptídeos ligantes a diversos alvos; bioengenharia de fragmentos de anticorpos Fab e scFv apresentados em fagos e prospecção de fármacos para o tratamento oncológico.

Vanessa da Silva Ribeiro - Instituto de Ciências Biomédicas (Icbim) - atualmente é Técnica Administrativa de Educação nível E. Bióloga responsável pelo Laboratório de Diagnóstico de Parasitoses - Departamento de Parasitologia, na UFU. Co-fundadora do perfil @parasito.logico no Instagram, um perfil de divulgação científica em Parasitologia.

Veridiana de Melo Rodrigues Ávila - Instituto de Biotecnologia (IBTEC) - possui experiência na área de Bioquímica, com ênfase em Química de Macromoléculas (proteínas), atuando principalmente nos seguintes temas: (1) Isolamento, caracterização estrutural e funcional de toxinas isoladas de peçonhas de serpentes que interferem na hemostasia e resposta inflamatória (2) Bioprospecção de moléculas derivadas de peçonhas ofídicas com potencial antitumoral, bactericida e antiparasitário; (3) Estudos com inibidores proteicos isolados do soro de animais peçonhentos sobre a ação anti-inflamatória e antitumoral.

Vicelma Luiz Cardoso - Faculdade de Engenharia Química (Fequi) - atualmente é professora titular da UFU. Tem experiência na área de Engenharia Química, com ênfase em Processos Bioquímicos.

Vivian Alonso Goulart, do Instituto de Biotecnologia. (Foto: Arquivo da pesquisadora)

Vivian Alonso Goulart - Instituto de Biotecnologia (IBTEC) - tem experiência na área de Genética, com ênfase em Genética Molecular e Nanobiotecnologia, atuando principalmente nas seguintes linhas de pesquisa: biotecnologias das células-tronco mesenquimais do tecido adiposo e Oncologia Molecular.

Yara Cristina de Paiva Maia, da Faculdade de Medicina. (Foto: Arquivo da pesquisadora)

Yara Cristina de Paiva Maia - Faculdade de Medicina (Famed) - atua principalmente nas seguintes áreas: oncologia molecular, phage display no mapeamento de peptídeos ligantes a diversos alvos e câncer de mama. Coordenadora do Grupo de Pesquisa em Biologia Molecular e Nutrição (BioNut).

 

Política de uso: A reprodução de textos, fotografias e outros conteúdos publicados pela Diretoria de Comunicação Social da Universidade Federal de Uberlândia (Dirco/UFU) é livre; porém, solicitamos que seja(m) citado(s) o(s) autor(es) e o Portal Comunica UFU.

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2022. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal