Pular para o conteúdo principal
Ciência

Copaíbas: você sabe o que elas são?

Pesquisadora da UFU desenvolveu um guia sobre a planta

Publicado em 13/10/2021 às 13:28 - Atualizado em 22/08/2023 às 16:51

Existem 16 espécies de copaíba nativas do Brasil (Foto: Arquivo da pesquisadora)

A copaíba é uma árvore que tem 28 espécies catalogadas, 16 delas sendo nativas do Brasil, de acordo com a Agência Empraba de Informação Tecnológica (Ageitec). As espécies brasileiras são consideradas produtoras de oleorresina e são popularmente utilizadas pela medicina complementar e alternativa.

Na medicina popular, a oleorresina é utilizada no tratamento de diversas enfermidades e seus efeitos anti-inflamatório, gastroprotetor, analgésico e antitumoral já foram comprovados cientificamente.

No “Guia das Copaíbas: pra quê serve?”, encontramos mais informações sobre a planta. O trabalho foi desenvolvido por Mariana Santiago, doutoranda pelo Programa de Pós Graduação em Imunologia e Parasitologia Aplicadas da Universidade Federal de Uberlândia (PPIPA/UFU).

“As histórias são de que os indígenas observavam o comportamento de animais machucados perto das árvores de copaíba, arranhando o tronco, que liberava a oleorresina, e se curando em pouco tempo. Então começaram a usar em seus cuidados com a saúde também”, conta a pesquisadora.

A oleorresina presente nas copaíbas é utilizada pela medicina complementar e alternativa (Foto: Arquivo da pesquisadora)

No Brasil, a utilização de plantas medicinais é comum, visto que existem políticas públicas voltadas para instruções de uso e divulgação dessas plantas e fitoterápicos. De acordo com Santiago,  esse conhecimento é, acima de tudo, aquele popular passado de geração a geração que não pode ser perdido e/ou esquecido por fazer parte da nossa cultura.

Durante sua graduação em Biomedicina, a pesquisadora fez iniciação científica envolvendo algumas espécies de copaíbas, mas enfrentou alguns obstáculos: “Na hora de escrever, tive um pouco de dificuldade em encontrar artigos científicos que abordassem melhor as propriedades, ao mesmo passo que quando comentava com parentes (principalmente mais velhos), explicando o que fazia, sempre conheciam a copaíba”.

Então, quando ingressou no mestrado na Universidade de Franca (Unifran), a proposta foi criar uma cartilha sobre as propriedades biológicas das copaíbas como forma de tentar se comunicar com a população fora do ambiente acadêmico.

“Principalmente em tempos como os que estamos vivendo, em que a ciência tem sido tão descredibilizada, percebemos o quão importante é ampliarmos nossos discursos de forma que cheguem realmente à população e eles consigam entender o que fazemos dentro da faculdade”, explica Santiago.

Capa do Guia das Copaíbas, produzido por Mariana Santiago (Foto: Arquivo dos pesquisadores)

O Guia traz informações sobre plantas medicinais, o que são as copaíbas e também aborda as propriedades de nove espécies. O estudo foi orientado pelo professor Carlos Martins, do Instituto de Ciências Biomédicas (ICBIM) da UFU e foi financiado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Agora doutoranda da UFU, Santiago pesquisa a atividade antibacteriana da própolis brasileira. “Estou avaliando a atividade antibacteriana da própolis vermelha contra a bactéria Helicobacter pylori, que causa graves problemas gastrointestinais e muitas pessoas são portadoras”, relata.

Para saber mais detalhes, veja o vídeo no Youtube feito pela Capes. O “Guia das Copaíbas: pra quê serve?” está disponível na íntegra neste link

 

Política de uso: A reprodução de textos, fotografias e outros conteúdos publicados pela Diretoria de Comunicação Social da Universidade Federal de Uberlândia (Dirco/UFU) é livre; porém, solicitamos que seja(m) citado(s) o(s) autor(es) e o Portal Comunica UFU.

Palavras-chave: copaíba Oleorresina Guia pesquisa

A11y

Copyright© Universidade Federal Uberlândia.
Desenvolvido por Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação com o CMS de código aberto Drupal.