Pular para o conteúdo principal
Podcast

Como a divulgação científica pode atuar na democratização do uso da inteligência artificial?

Episódio #111 do 'Ciência ao Pé do Ouvido' é a captação de uma roda de conversa que aconteceu durante o IV Comunica Ciência

Publicado em 14/05/2024 às 08:29 - Atualizado em 14/05/2024 às 09:12

(Arte: Igor Herrera)

A inteligência artificial (IA) não é uma novidade, mas se popularizou nos últimos anos com o uso de chats e alterações em imagens. Lançado no dia 30 de novembro de 2022, o ChatGPT tornou-se um dos assuntos mais comentados e discutidos da atualidade. A inteligência artificial criada pela OpenAI utiliza redes neurais de transformadores para gerar respostas coerentes em texto, conforme o que é perguntado ou solicitado. Mas IA vai muito além disso. Como a divulgação científica pode atuar na democratização do uso dessa tecnologia?

Para uma comunicação democrática, é preciso falar de forma mais completa e direcionada, divulgando as pesquisas e estudos relacionados à inteligência artificial com uma linguagem acessível e não técnica. É importante destacar que divulgação científica não é jornalismo científico. Desse modo, é preciso valorizar as assessorias e canais de comunicação institucionais e a imprensa local que irão atuar nessa divulgação.

É igualmente importante trabalhar em rede e em união com demais divulgadores científicos para levar mais conteúdo para a sociedade, sem uma “super valorização” ou um receio da inteligência artificial, comunicando de forma assertiva o que ela realmente é.

Nos dias 11 e 12 de abril, aconteceu na Universidade Federal de Uberlândia (UFU) o evento IV Comunica Ciência: Encontro de Pesquisadores e Comunicadores. Dentre as atividades, houve a roda de conversa “Divulgação científica, inteligência artificial e democracia”. Participaram do bate-papo a Erica Mariosa, editora do Blogs de Ciência da Unicamp; o Lucas Rocha, jornalista da revista Veja Saúde; o Alexandre Cardoso, professor da Faculdade de Engenharia Elétrica da UFU que trabalha com inteligência artificial; e a Alexia Pádua, professora da Faculdade de Educação da UFU com experiência em história, cultura digital e tecnologias.

Roda de Conversa no IV Comunica Ciência
Evento da UFU chegou na sua quarta edição, propondo o diálogo entre pesquisadores e comunicadores. (Foto: Milton Santos)

Com mediação do jornalista da Diretoria de Comunicação Social da UFU, Túlio Daniel, a roda de conversa abordou a interface entre divulgação científica e IA sob uma ótica democrática. O episódio #111 do podcast "Ciência ao Pé do Ouvido", lançado hoje nas principais plataformas de áudio, é a captação dessa roda de conversa.

 

O "Ciência ao Pé do Ouvido" tem outros episódios que abordam o uso de IA. O episódio #05 focou na política de privacidade ao utilizar esse tipo de inteligência. Já o episódio #40 focou no uso de IA para o diagnóstico do autismo, enquanto o episódio #90 focou no uso da ferramenta pelas diferentes áreas do conhecimento.

 

Política de uso: A reprodução de textos, fotografias e outros conteúdos publicados pela Diretoria de Comunicação Social da Universidade Federal de Uberlândia (Dirco/UFU) é livre; porém, solicitamos que seja(m) citado(s) o(s) autor(es) e o Portal Comunica UFU.

 

 >>> Leia também:

 

Palavras-chave: podcast Ciência ao Pé do Ouvido Divulgação Científica inteligência artificial democracia IV Comunica Ciência

A11y