Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

09/08/2022 - 17:27 - Atualizado em 11/08/2022 - 09:50
Café: da semente à xícara
Episódio #59 do Ciência ao Pé do Ouvido já está disponível
Por: 
Josielle Ingrid

Ouça e saiba como cafés podem passar de commodities baratas para iguarias que podem ter seu valor de venda multiplicado por dezenas de vezes (arte: Viviane Aiko)

Segundo a Organização Internacional do Café (OIC), o mundo consumiu cerca de 90 milhões de sacas em 1991. Já em 2020 foram mais de 167 milhões de sacas. O consumo crescente do grão tem o potencial de fortalecer a produção no Brasil, já que esta é uma das principais atividades agrícolas do país e só em 2021 rendeu 6,2 bilhões de dólares à economia interna.

O companheiro diário que não sai da mesa de boa parte dos brasileiros é motivador de pesquisa aqui e em outros países. É o caso do projeto “Da Semente à Xícara”, no qual 28 pesquisadores em três continentes de diferentes áreas do conhecimento e de nove instituições, inclusive a Universidade Federal de Uberlândia (UFU), se uniram para entender como a cadeia produtiva do café pode ser melhorada por meio de uma altíssima quantidade de dados.

No episódio #59 do podcast Ciência ao Pé do Ouvido, a doutora Líbia Diniz Santos, docente na Faculdade de Engenharia Química (Fequi/UFU) e pesquisadora associada do projeto, explica como cafés podem passar de commodities baratas para iguarias que podem ter seu valor de venda multiplicado por dezenas de vezes. Laurence Rodrigues do Amaral, docente na Faculdade de Computação (Facom/UFU) e pesquisador principal, fundamenta como são colhidas e tratadas tantas informações e de que maneira a Ciência de Dados pode ajudar em tomadas de decisão.

Integrantes da pesquisa em Patos de Minas. (Foto: Acervo dos pesquisadores)

Embora muitos testes sejam feitos em laboratório e dependam de mensurações precisas, há também um profissional responsável por provar e classificar o resultado final da produção, os chamados Q-Graders. A Aline Duarte trabalha na área desde 2019 e detalha quais são os parâmetros avaliados após a torra da semente. Participaram ainda o graduando em Engenharia Eletrônica e de Telecomunicações (UFU) Igor de Braga Santos e a dona de uma das fazendas parceiras neste projeto de pesquisa, a psicóloga Cristina Bruxel.

Gostou da temática? Você pode mandar um áudio com dúvidas e sugestões para o WhatsApp do Ciência ao Pé do Ouvido! O número é (34) 9966-2021. Siga o podcast nas redes sociais: Twitter (@aopedoouvidopod) e no TikTok (@cienciaaopedoouvido).
Ouça o podcast Ciência ao Pé do Ouvido, disponível nas principais plataformas de streaming: Spotify, Apple Podcasts, Amazon Music ou diretamente no Anchor.

 

Política de uso: A reprodução de textos, fotografias e outros conteúdos publicados pela Diretoria de Comunicação Social da Universidade Federal de Uberlândia (Dirco/UFU) é livre; porém, solicitamos que seja(m) citado(s) o(s) autor(es) e o Portal Comunica UFU.

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2022. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal