Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

23/09/2022 - 08:29 - Atualizado em 04/10/2022 - 08:30
Hora de entrar no 'garrafão'
Saiba um pouco mais sobre o basquete, uma das modalidades a ser disputada na Olimpíada Universitária UFU 2022
Por: 
Ítana Santos

Dez atletas - sendo cinco de cada lado -, duas cestas e uma bola, que normalmente é laranja. Tudo pronto para os quatro períodos de uma partida de basquete. Esse esporte, que nasceu em 1891 para entreter os estudantes da Springfield College, colégio internacional da Associação Cristã de Moços (ACM), durante o inverno rigoroso de Massachussets, nos Estados Unidos, faz parte dos Jogos Olímpicos modernos desde a edição de Berlim, em 1936. Já aqui na Universidade Federal de Uberlândia (UFU) ele sempre fez parte dos eventos esportivos, principalmente da Olimpíada Universitária UFU.

Os jogos da universidade já têm data marcada. No dia 14 de outubro acontece o famoso evento de abertura que dá a largada aos cinco finais de semana de disputa entre as Associações Atléticas Acadêmicas (A.A.A.) da UFU. As partidas de basquete duram todo o calendário olímpico, com jogos das pré-oitavas sendo disputados já no dia 15 de outubro e as finais acontecendo no último dia de competição, 27 de novembro.

Atléticas Educa (camisa laranja) e Fisioterapia (verde e preto) se enfrentaram na final do basquete feminino da edição de 2019 da Olimpíada Universitária UFU. (Fotos: Ítana Santos)

Para esta edição de 2022, a primeira presencial após a pandemia da covid-19, das 20 A.A.A. da UFU, 19 inscreveram times na categoria masculina - somente a A.A.A. Biologia Pontal não consta na lista de atléticas inscritas da modalidade -, e apenas 12 se inscreveram na categoria feminina. São elas: Agrárias, Aplicada, Artes, Direito, Educa, Engenharia de Uberlândia, Exatas, Fisioterapia, Humanas, Medicina, Monetária e Psicologia. O basquete feminino é a modalidade com menos inscritos na competição, ao lado do cheerleading, que fará sua estreia nos jogos este ano e é uma categoria mista.

Uma das atléticas que sempre vem forte no basquete feminino é a A.A.A. Educa. Desde 2017, a equipe laranzul marca presença nas finais e, em 2018, teve a chance de erguer o caneco de campeão da modalidade. Carla Bitello é estudante de Educação Física e ala da equipe da Educa. Ela estava naquele time vitorioso de 2018. A atleta se mostra extremamente ansiosa para o retorno dos jogos e conta um pouco de como começou sua trajetória no esporte: “Eu jogo basquete desde meus 13 anos de idade e represento a Educa desde 2017. Antes da faculdade já disputei Campeonato Mineiro, já joguei pelo Praia Clube, Tupaciguara e representei Goiás. O treinamento da equipe para esse ano está firme. Agora deu uma caidinha por conta das férias, mas o time está empenhado.”

Além do retorno aos jogos presenciais ser um motivo de comemoração por todos da comunidade UFU, a Carla também tem outro motivo para que essa edição seja ainda mais especial. Ela contará com um torcedor único nas arquibancadas, o pequeno Arthur Bitello, seu filho de apenas dois anos. “Só de saber que eu vou ter ele para torcer, gritando 'mamãe'… estou sonhando já com esse dia”, completa a atleta.

Carla Bitello em ação na partida final de 2019, na qual conquistou a medalha de prata

O basquete é o tema do quinto episódio de uma série de vídeos do Projeto Olimpíada UFU - que acabou de sair no nosso Instagram! O grande dia é logo ali! Vem, 14 de outubro!

 

Política de uso: A reprodução de textos, fotografias e outros conteúdos publicados pela Diretoria de Comunicação Social da Universidade Federal de Uberlândia (Dirco/UFU) é livre; porém, solicitamos que seja(m) citado(s) o(s) autor(es) e o Portal Comunica UFU.

 

>>> Leia também:

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2022. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal